Fernando Alonso espera superar desânimo em despedida da Ferrari

Espanhol enfrentou dificuldades em Abu Dhabi, no último final de semana com as cores ferraristas

Alonso se despede da Ferrari neste domingo
Problemas com o motor, segunda sessão de treinos praticamente ‘inútil’ e uma qualificação complicada. Fernando Alonso vive uma despedida difícil da Ferrari. De saída da escuderia, o espanhol, que largará em oitavo no GP de Abu Dhabi, quer superar o desânimo para coroar um ‘dia especial’ com o melhor desempenho possível.
 
[publicidade]“Amanhã, eu espero uma corrida muito difícil, muito por conta de, nos últimos dois dias, a gente não ter treinado muito, então sairei com o tanque de combustível cheio. Mas, ao mesmo tempo, darei o meu máximo, pois será um dia especial para mim”, discursou Alonso, que, desde a sexta-feira, destacava a dificuldade no treino.
 
“A classificação de hoje foi muito complicada, em um final de semana que tem sido mais complicado do que o normal. Trocar o motor depois das sessões de treinos livres criou problemas a mais e demorou até o Q2 para o carro ser consistente”, explicou Alonso.
 
Assim como o espanhol, Raikkonen também procurou destacar as dificuldades do treino de classificação deste sábado. “Sabíamos que essa pista não seria favorável ao nosso carro durante o final de semana, mas nós mudamos a fim de acertar o carro para todas as curvas”, disse o sétimo colocado no grid.
 
“Senti-me mais confortável na classificação, mas não consegui encaixar uma boa volta. Andei sempre no limite, e consegui trabalhar bem em algumas partes da prova. Amanhã (domingo) será uma corrida difícil, mas, como sempre, daremos o máximo para somar o maior número de pontos”, garantiu Raikkonen.

As Ferrari classificaram-se, originalmente, em nono e décimo, mas ganharam posições com a
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias