Ferrari adia decisão sobre Räikkönen para segunda metade do ano

Equipe italiana adia decisão sobre futuro do finlandês para depois das férias de verão e prioriza busca por evoluções para a SF15-T para a segunda metade da temporada

A Ferrari vai adiar a decisão sobre o futuro de Kimi Räikkönen para o final das férias de verão. Apesar das especulações sobre a ida de Valtteri Bottas para o time de Maranello, Räikkönen espera que o time italiano exerça a opção de extensão do vínculo para a próxima temporada.

Ainda que houvesse indícios de que a Ferrari fosse anunciasse algo até o final de julho, Maurizio Arrivabene, chefe da escuderia, deixou claro que as prioridades para as férias de verão são outras.

Quando questionado sobre decidir o futuro de Räikkönen durante as férias de verão, Arrivabene disse: "Por quê? Diga-me o motivo? Durante as férias de verão, normalmente você faz coisas que não estão relacionadas ao trabalho. Você está nadando, escalando ou subindo uma montanha em cima de uma bicicleta ou qualquer outra coisa para relaxar. Caso contrário, não tiraríamos férias, seria mais um período de trabalho", comentou.

Foco no desempenho

Com a vitória de Sebastian Vettel no GP da Hungria – a segunda da Ferrari nesta temporada – o time de Maranello está focado em buscar avanços no carro para obter novos triunfos.

Embora o contrato de Räikkönen continue a ser assunto no paddock, Arrivabene diz que o foco da equipe deve ser direcionado ao aperfeiçoamento do carro – especialmente após o finlandês apresentar um bom desempenho em Hungaroring.

"É interessante observar que, quando eu estou respondendo a esse tipo de pergunta, vocês me dizem que eu sempre respondo da mesma maneira. Mas vocês não param pra pensar que estão sempre me fazendo a mesma pergunta", observou um bem-humorado Arrivabene.

"Como eu disse da última vez aos seus colegas, nossa meta agora é concentrar nossos esforços no carro. Temos tempo para tomar uma decisão quanto aos pilotos. Dito isto, quero destacar que Kimi estava fazendo uma grande corrida (na Hungria)", pontuou o dirigente.

Decepção para Räikkönen

Raikkonen esteve próximo de dar à Ferrari a primeira dobradinha em cinco anos, mas uma falha na MGU-K colocou os planos dele e da equipe por água abaixo. Arrivabene disse que o abandono foi um duro golpe ver o campeção de 2008 sofrer com a falta de sorte.

"Estou realmente desapontado, pois Kimi estava muito bem. Após a largada, na verdade, nossos dois pilotos se mostraram muito fortes na prova. Mas esse tipo de coisa acontece. Às vezes você ganha porque o outro time está tendo problemas em vez de você, às vezes acontece com você. Faz parte do jogo e precisamos lidar com isso”, ressaltou.

"Quero reforçar os meus parabéns a Kimi pela performance que ele estava apresentando. Infelizmente tivemos um problema e não pudemos confirmar a dobradinha, mas tivemos um bom indicativo para o que podemos fazer no futuro”, concluiu Arrivabene.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias