Ferrari confirma Raikkonen no lugar de Massa para 2014

Piloto finlandês volta à equipe depois de quatro anos para formar time dos sonhos ao lado de Fernando Alonso

A Ferrari anunciou oficialmente a volta de Kimi Raikkonen à equipe para a temporada 2014. O campeão mundial de 2007 ocupa o lugar de Felipe Massa, que anunciou nesta terça-feira que faz as últimas sete corridas pela Scuderia. O contrato é de dois anos.

LEIA MAIS:
"Uma aposta perfeita": Leia a análise de Luis Fernando Ramos
"O lado de lá": Julianne Cerasoli avalia a situação de Alonso

A chegada de Raikkonen significa uma mudança na filosofia da Ferrari, que vinha trabalhando, com Fernando Alonso, tendo um primeiro piloto claro e recorrendo a ordens de equipe para maximizar a pontuação no mundial de pilotos. A mesma tática deu certo na época de Michael Schumacher, mas não gerou títulos desde a chegada do espanhol, em 2010. Com dois campeões formando a dupla mais forte do grid, a forma de trabalho deve ser outra.

É a segunda vez que Raikkonen, que completa 34 anos em outubro, corre pela Ferrari. O finlandês disputou três temporadas pelo time italiano, de 2007 a 2009, conquistando o título em seu primeiro ano. Na oportunidade, venceu seis provas e superou a dupla da McLaren, Lewis Hamilton e Fernando Alonso, por um ponto.

No ano seguinte, Raikkonen começou bem, mas caiu de produção e viu o crescimento do então companheiro Felipe Massa, que acabou disputando o título até o final com Hamilton, perdendo também por um ponto. Naquele ano, o finlandês foi o terceiro colocado no mundial, ajudando a Ferrari a conquistar o Mundial de Construtores.

Em 2009, o time de Maranello fez um carro ruim e Raikkonen foi novamente superado por Massa. Após o acidente que tirou o brasileiro das nove últimas etapas, o piloto chegou a vencer uma prova, em Spa-Francorchamps, e a conquistar outros dois pódios, mas a equipe decidiu por substituí-lo pelo então recém-contratado Alonso. Assim, Raikkonen foi demitido e recebeu o salário referente a 2010, para o qual tinha contrato firmado. O piloto deixou a Fórmula 1 e passou duas temporadas disputando o Mundial de Rali, voltando à categoria ano passado, pela Lotus.

Raikkonen venceu nove dos 52 GPs que disputou pela Ferrari e conquistou 26 pódios no total.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias