Ferrari confirma saída de Arrivabene e chegada de Binotto

compartilhar
comentários
Ferrari confirma saída de Arrivabene e chegada de Binotto
Por:
7 de jan de 2019 17:40

Após vazamento de notícia ter ocorrido na manhã desta segunda-feira, equipe confirma saída de dirigente de 61 anos

Como relatado pelo Motorsport.com, a Ferrari deu fim a um longo período sobre a liderança de Maurizio Arrivabene, após rumores de divergências entre ele e seu diretor técnico, Mattia Binotto.

A Ferrari confirmou nesta segunda-feira que Arrivabene será substituído por Binotto como chefe da equipe, com efeito imediato.

"Após quatro anos de incansável comprometimento e dedicação, Maurizio Arrivabene está deixando a equipe", afirmou o comunicado da Ferrari.

"A decisão foi tomada em conjunto com a alta administração da empresa, após longas discussões relacionadas aos interesses pessoais de longo prazo de Maurizio, bem como aos da própria equipe.”

"A Ferrari gostaria de agradecer Maurizio por sua valiosa contribuição para a crescente competitividade da equipe nos últimos anos e desejar a ele o melhor para seus futuros empreendimentos.”

"Com efeito imediato, Mattia Binotto assumirá o comando da equipe. Todas as áreas técnicas continuarão se reportando diretamente a ele."

Binotto é diretor técnico desde 2016, quando assumiu o cargo após o período de James Allison. Ele entrou para a Ferrari em 1995, originalmente como engenheiro de motor de testes e desempenhou um papel similar de 1997 a 2003.

Depois de um período como engenheiro-chefe, ele se tornou chefe de motor e KERS em 2009, antes de se juntar à diretoria de operações da unidade de potência no final de 2014.

Ele então assumiu o comando geral técnico da Ferrari, ajudando a transformar a equipe em um time que desafiasse a Mercedes em 2017 e 2018.

Não está claro quem substituirá Binotto como chefe do departamento técnico da Ferrari.

Uma sugestão é que a equipe possa simplesmente entregar mais responsabilidade ao chefe aerodinâmico Enrico Cardile e Corrado Iotti, chefe do departamento de motores da Ferrari.

Arrivabene foi associado a um papel de alto escalão na Juventus. Ele se juntou à Ferrari como chefe de equipe para a temporada de 2015, sucedendo Marco Mattiacci, depois de trabalhar com a principal patrocinadora da equipe, a Philip Morris International.

Durante o tempo de Arrivabene, a Ferrari venceu 14 das 81 corridas, compareceu a 71 pódios e fez 12 pole positions.

No entanto, ele sai depois de uma temporada de 2018 em que os erros de gestão foram vistos como uma das principais razões para a Ferrari não conseguir conquistar o título do campeonato mundial de 2018.

Mattia Binotto, Ferrari Chief Technical Officer

Mattia Binotto, Ferrari Chief Technical Officer

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

Next article
Raikkonen se diz ansioso por “corridas puras” na Sauber em 2019

Previous article

Raikkonen se diz ansioso por “corridas puras” na Sauber em 2019

Next article

Pérez não vê Stroll favorecido dentro da Force India em 2019

Pérez não vê Stroll favorecido dentro da Force India em 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Shop Now
Autor Scott Mitchell