Ferrari de Fangio é vendida por R$ 105 milhões em leilão

Colecionador europeu fica com a Ferrari 290 MM fabricada em 1956 e pilotada pelo pentacampeão de Fórmula 1

Uma Ferrari de 1956, que foi pilotada pelo pentacampeão de Fórmula 1 Juan Manuel Fangio, foi vendida por US$ 28 milhões (cerca de R$ 105 milhões) em um leilão na noite da última quinta-feira, em Nova York.

A Ferrari 290 MM, fabricada para competir no campeonato de carros esportivos World Sportscar Championship, fez parte de uma noite de leilão na RM Sotheby’s que incluiu um Porsche que a cantora Janis Joplin era dona e um Pontiac que pertenceu ao ator Roy Rogers.   

Apenas quatro 290 MMs foram construídos pela escuderia italiana, um deles sendo o vencedor da Mille Miglia com Eugenio Castelotti no volante em 1956. Fangio ficou em quarto naquele evento.

No ano seguinte o carro ganhou a corrida de 1000 km em Buenos Aires com Castelotti, Luigi Musso e Masten Gregory.

O carro teve como dono nos últimos 25 anos o colecionador Pierre Bardinon. A RM Sotheby´s identificou o vencedor do leilão como um colecionador europeu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Juan Manuel Fangio
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias