Ferrari: declarações de Bernie são “disparate puro”

Sergio Marchionne rebateu fala de Ecclestone, que disse que Ferrari recebeu ajudas de FIA e Mercedes para ser competitiva

O presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, afirmou que as declarações de Bernie Ecclestone de que a Mercedes e a FIA ajudaram a equipe italiana são “um disparate puro”.

Um jornal italiano citou Ecclestone dizendo que a Ferrari recebeu ajudas em seu motor de sua rival Mercedes, e que a equipe sempre esteve no centro de interesses da FIA para que ela fosse competitiva.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, afirmou que Ecclestone estava “arremessando granadas”, e o dirigente da Renault, Cyril Abiteboul, também minimizou a ideia de a Ferrari receber ajudas.

Marchionne foi o último a responder às declarações de Ecclestone, e afirmou que o ex-chefão da F1 deveria ser grato à Ferrari pela contribuição que deu à categoria.

“Acho que é aquilo que chamam de disparate puro. Acho que Bernie deveria ser grato ao fato de que a Ferrari estava na mesa, o ajudando a virar a mesa e tornar o esporte tão lucrativo como se tornou para seu próprio uso pessoal”, disse, quando questionado pelo Motorsport.com.

“Que Deus o abençoe. Gosto muito de Bernie, mas acho que a Ferrari fez muito pela F1.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias