Ferrari está pronta para substituir Raikkonen por Leclerc

compartilhar
comentários
Ferrari está pronta para substituir Raikkonen por Leclerc
Roberto Chinchero
Por: Roberto Chinchero
Co-autor: Scott Mitchell
21 de jun de 2018 16:26

Segundo apurado pelo Motorsport.com, piloto monegasco pode ocupar lugar de atual companheiro de Sebastian Vettel em 2019

Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Kimi Raikkonen, Ferrari talks with the media
Charles Leclerc, Sauber
Charles Leclerc, Sauber, signs autographs and has his picture taken by fans
Charles Leclerc, Sauber
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Charles Leclerc, Sauber

Kimi Raikkonen, que completa 39 anos em outubro, ganhou a extensão de contrato de um ano com a equipe italiana no ano passado. No entanto, o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, disse em dezembro que o campeão mundial de 2007 precisava de mais consistência e que "provavelmente 2018 seria a última temporada para encontrar o caminho certo".

Raikkonen teve um forte início em 2018, marcando três pódios nas primeiras quatro corridas e se apresentando muito mais perto do nível de Sebastian Vettel do que nas temporadas anteriores.

No entanto, ele terminou fora do pódio nas duas corridas anteriores em Mônaco e no Canadá, enquanto Vettel marcou um segundo lugar e uma vitória, o que o levou para a liderança do campeonato.

O Motorsport.com apurou que a Ferrari considerou a substituição de Raikkonen pelo atual piloto da Red Bull, Daniel Ricciardo, que terá contrato até o final de 2018.

No entanto, decidiu que o custo de contratar o australiano seria muito alto quando combinado com o salário existente de Vettel.

Isso o deixou com uma escolha entre Raikkonen, que ainda é o mais recente campeão mundial da Ferrari, mas ainda não venceu uma corrida sequer desde que voltou à equipe em 2014, e Charles Leclerc, que está disputando sua temporada de estreia na F1 com a Sauber.

A queda do finlandês na temporada coincidiu com os 20 pontos conquistados em três das últimas quatro corridas e estabelecendo uma vantagem confortável sobre seu experiente companheiro de equipe da Sauber, Marcus Ericsson.

A decisão final ainda não foi tomada, mas acredita-se que a Ferrari esteja inclinada a promover Leclerc para um assento oficial.

Isso afastaria de sua política de contratar pilotos já estabelecidos e significa que a equipe trocaria um piloto com 277 corridas, sendo 137 pela Ferrari, o terceiro que mais correu pela escuderia, duas provas a menos que Felipe Massa, para quem está se preparando para seu oitavo fim de semana de GP.

Questionado pelo Motorsport.com na quinta-feira, antes da corrida desta semana, sobre sua posição em estender sua carreira na Fórmula 1, Raikkonen disse que a situação "não é diferente de uma, duas semanas ou um mês atrás."

Leclerc é um produto da Ferrari Driver Academy e ganhou títulos consecutivos na GP3 e na Fórmula 2.

Ele seria o primeiro graduado a chegar a um lugar na Ferrari.

Leclerc disse no Canadá que quando as pessoas falam sobre ele como um futuro piloto da Ferrari "isso só me faz sorrir, mas por outro lado não parece realista até agora".

E ele acrescentou: "Quando chegar a hora de pensar no ano que vem, vou pensar sobre isso e espero ter a oportunidade de assumir o carro."

Next article
Ricciardo diz que analisa propostas da Renault e da McLaren

Previous article

Ricciardo diz que analisa propostas da Renault e da McLaren

Next article

Cinco coisas que estarão em jogo no GP da França de F1

Cinco coisas que estarão em jogo no GP da França de F1
Load comments