Ferrari faz escolha agressiva de pneus para GP do Azerbaijão

compartilhar
comentários
Ferrari faz escolha agressiva de pneus para GP do Azerbaijão
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
17 de abr de 2018 21:09

Equipe define que usará 10 jogos de pneus ultramacios em Baku, sendo que somente a Sauber e Stoffel Vandoorne fizeram o mesmo

Max Verstappen, Red Bull Racing RB13
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Grid entertainment
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 F1 W08
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Polesitter Sebastian Vettel, Ferrari, second place Kimi Raikkonen, Ferrari
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Race winner Daniel Ricciardo, Red Bull Racing

Nesta terça-feira (17), a fornecedora oficial da F1, a Pirelli, divulgou as escolhas das equipes para o GP do Azerbaijão. A Ferrari surpreendeu e decidiu que seus dois pilotos poderão utilizar 10 sets de pneus ultramacios. Sebastian Vettel terá à disposição um set de macios e dois de supermacios. Kimi Raikkonen poderá usar dois macios e um jogo de supermacios. 

Mercedes, Force India, Haas e Fernando Alonso passaram terão nove sets de ultramacios, enquanto a Red Bull, Williams e Toro Rosso optaram por oito, e a Renault está sozinha escolhendo apenas sete.

A corrida será uma incógnita para a Pirelli e as equipes, já que a mudança do final de junho, época das primeiras provas no local, para o fim de abril provavelmente terá temperaturas mais baixas do que as experimentadas nos dois anos anteriores.

"Baku é um pouco estranho", disse o chefe da Pirelli F1, Mario Isola, ao Motorsport.com. “Porque é um circuito de rua, mas com uma velocidade muito alta.”

“Você tem alguns setores que são muito, muito rápidos, mas você também tem algumas partes da pista sob o sol e algumas partes na sombra. Então você tem partes da pista com uma certa temperatura e partes com uma temperatura diferente. No ano passado foi em junho, então será claramente diferente.”

Isola espera que o mais suave dos três pneus possa dar mais voltas do que na China: “Acredito que o ultramacio em Baku é uma escolha menos agressiva em relação a Xangai, a gravidade do circuito é menor e também a aspereza do asfalto. Acredito que a diferença entre os compostos esteja na faixa de meio segundo.”

Xangai validou estratégia da Pirelli

Isola acredita que a corrida de Xangai foi mais uma prova de que a Pirelli conseguiu seu melhor resultado em 2018, com o vencedor da corrida, Daniel Ricciardo, usando todos os três compostos em seu caminho para a vitória.

“Vimos as melhores equipes se qualificando em um composto diferente no Q2, para tentar começar a corrida nele. Eles fizeram táticas diferentes e isso é bom. Obviamente, o Safety Car mudou as estratégias, mas a Red Bull fez um bom movimento, encaixando o macio nas últimas 26 voltas, e foi muito rápido no final.

“Fiquei feliz em ver que Ricciardo ganhou usando todos os três compostos. É bom que todos pudessem escolher qualquer um dos três compostos. O ultramacio não era ruim, as condições mais quentes ajudaram a reduzir a granulação.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Por segurança, F1 cogita ajuste no procedimento de pitstops

Previous article

Por segurança, F1 cogita ajuste no procedimento de pitstops

Next article

Mercedes: GPs emocionantes expõem decisões erradas da F1

Mercedes: GPs emocionantes expõem decisões erradas da F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Localização Baku City Circuit
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias