Ferrari fecha a fábrica em Maranello após terremoto no norte da Itália

Funcionários da equipe, incluindo Fernando Alonso, voltaram para casa após o segundo tremor na região em dez dias

Fábrica da Ferrari, em Maranello

A Ferrari decidiu suspender o dia de trabalho em sua fábrica de Maranello nesta terça-feira após um segundo terremoto em dez dias ser sentido no norte da Itália. A área mais afetada pelo tremor fica a 40km de Bolonha, longe da sede da equipe, mas ainda assim a medida foi tomada como precaução.  

Um dos funcionários da equipe que voltou para casa foi o líder do Mundial Fernando Alonso, que estava na Itália desde segunda-feira conduzindo testes no simulador. “Depois do terremoto, a equipe decidiu parar as atividades na fábrica. Vamos todos voltar para casa”, afirmou o espanhol em seu twitter.

De acordo com os dados iniciais, pelo menos nove pessoas morreram após os tremores, que também causaram o fechamento da fábrica da equipe de MotoGP Ducati, localizada mais próxima do epicentro do tremor. “O pessoal está ok, estamos verificando a fábrica.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias