Ferrari frustra Red Bull em manter limite de motores

compartilhar
comentários
Ferrari frustra Red Bull em manter limite de motores
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
Traduzido por: Daniel Betting
18 de nov de 2017 12:48

Equipe italiana frustrou a última tentativa da Red Bull de reduzir para três motores por ano em 2018, apesar do crescente desconforto com a mudança da regra

Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, celebrates as he crosses the line ahead of Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Chase Carey, Chairman, Formula One, talks with Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13

Com a F1 já combatendo a onda de penalidades de grid que prejudicaram o final da temporada - que Ross Brawn dizendo recentemente estavam fazendo uma "farsa" da F1 - há preocupações de que a situação poderia piorar na próxima temporada com as equipes tendo que disputar a temporada com uma unidade de potência a menos.

Fontes revelaram que o chefe da Red Bull, Christian Horner, abordou o assunto na reunião do Grupo Estratégico antes do GP do Brasil - com a esperança de obter apoio unânime para manter o limite da F1 nos quatro motores por temporada.

Mas entende-se que a Ferrari deixou claro que não devolveria essa medida com base em que já havia dedicado tempo e recursos para garantir que seus motores fossem confiáveis o suficiente para durar a milhagem extra.

Com a postura da Ferrari clara, a discussão sobre a mudança de regras acabou rapidamente - pois seria necessário que cada equipe apoiasse a mudança para que ela avançasse.

Não é a primeira vez que a Red Bull tenta convencer a F1 a mudar a regra de reduzir para três motores, com Horner levantando a questão já no início deste ano.

Falando no GP da Itália em setembro, Horner disse que esperava que outras equipes entendessem o sentido.

"Eu tentei mudá-la em uma reunião anterior no ano, mas não havia apoio para isso", disse ele.

"Eu espero que agora haja um resultado diferente, com os times que encaram o aumento das penalidades entre agora e o final do ano".

O campeão mundial Lewis Hamilton acrescentou às críticas da regra de três motores no Brasil no último fim de semana devido aos temores de que os pilotos estejam constantemente tendo que administrar a milhagem em 2018.

"Eu não gosto da ideia de reduzir o limite para três motores, acho que isso é uma m#*$@", disse ele. "Devemos poder empurrar mais. Sprint é o que nos falta na F1".

Próxima Fórmula 1 matéria
VÍDEO: Verstappen testa novo Aston Martin Vantage

Previous article

VÍDEO: Verstappen testa novo Aston Martin Vantage

Next article

Carey: F1 precisa mudar regras para atrair novas equipes

Carey: F1 precisa mudar regras para atrair novas equipes
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Shop Now , Red Bull Racing Shop Now
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias