Ferrari pede desculpas à FIA por tumulto em Cingapura

Duas semanas após GP, Maurizio Arrivabene escreveu carta com pedido de desculpas pelo comportamento dos membros da equipe após o fim da corrida

A Ferrari pediu desculpas oficialmente aos comissários pelo empurra-empurra após a vitória de Sebastian Vetttel no GP de Cingapura. Na ocasião, membros da escuderia teriam forçado a passagem para a chegar ao parc ferme.

Após conversas com os comissários, foi acordado de que não haveria qualquer punição à equipe caso fosse feito um pedido formal de desculpas por Maurizio Arrivabene.

Na época um comunicado dizia: "Os comissários, tendo recebido uma denúncia do Secretário do evento em nome de si mesmo e dos membros do contingente de segurança do Parc Ferme após a corrida, relataram que alguns membros da Scuderia Ferrari não obedeceram as instruções das autoridades e se comportaram de forma inadequada. Isso foi dito pelo Secretário do Evento e pelo Chefe do Contingente de Segurança."

"A equipe representativa ofereceu ao diretor do time um pedido de desculpas incondicional escrito para aqueles que foram afetados e dar a garantia de que não haverá uma repetição."

Um porta-voz da FIA confirmou ao MOTORSPORT.COM:"Um pedido de desculpas de Maurizio (Arrivabene) foi recebido e estamos cientes de que o assunto está encerrado."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pista Singapore Street Circuit
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags arrivabene, fia