Ferrari, Red Bull e Lotus devem alterar cronograma de testes

Ferrari e Red Bull querem treinar dia 5, enquanto Lotus busca recuperar tempo perdido após perder treinos em Barcelona

A Lotus não participou do teste de Barcelona

Atrasos para a fabricação de peças e imprevistos devem fazem com que pelo menos três equipes mudem sua programação nos testes de pré-temporada. Além da Lotus, que foi obrigada a abandonar os testes de Barcelona devido a um problema no chassis, Ferrari e Red Bull devem mudar de planos.

Na próxima sessão de ensaios, marcada oficialmente para 1º a 4 de março, em Barcelona, Espanha, Ferrari e Red Bull devem pular o primeiro dia e fazer um teste conjunto na segunda-feira, dia 5. O motivo seria a falta de tempo para fabricar novas peças e a intenção de testar melhorias aerodinâmicas de última hora, para dificultar uma eventual cópia por parte dos rivais.

Já a Lotus barganha para conseguir um dia extra de testes na próxima segunda-feira, dia 27. Ainda assim, a equipe inglesa iniciaria a temporada com três dias a menos de práticas que as rivais.

Para que isso ocorra, as equipes têm de aprovar a mudança no calendário por unanimidade. Foi o que aconteceu, por exemplo, com a Mercedes, que esteve presente em apenas três dos primeiros quatro dias de testes, em Jerez, usando o carro de 2011, e depois foi liberada para entrar na pista em um teste privado no final de semana anterior às sessões de Barcelona, já usando o modelo novo. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias