Ferrari revela problema mecânico em DRS de Alonso no Bahrein

Escuderia italiana diz que problema na asa traseira foi o primeiro desde que o sistema foi implantado, em 2011

Alonso com o DRS aberto no início da prova em Sakhir

Um problema na abertura do DRS tirou de Fernando Alonso aquilo que poderia ter sido um pódio no GP do Bahrein do último domingo. O espanhol tentava melhorar sua terceira posição no início da corrida, quando seu DRS ficou preso, não fechando mais automaticamente como o normal, após o acionamento do freio.

A Ferrari disse em comunicado oficial hoje que uma falha mecânica em um componente do sistema de redução de arrasto (DRS) foi causador do problema.

“No dia seguinte ao GP do Bahrein, os engenheiros da Scuderia Ferrari concluíram as investigações na falha da unidade de DRS que afetou a corrida de Fernando Alonso. As análises revelaram que o problema foi causado pela quebra de um componente mecânico dentro do sistema. É o primeiro problema deste tipo visto em três anos de utilização do sistema.”

Ainda segundo o comunicado, esta falha não causa grande preocupação na equipe, no entanto o time ficará mais atencioso, pois  “confiabilidade deve estar sempre no mais alto nível.”

“É difícil relembrar uma corrida onde tantas coisas deram errado”, admite Stefano Domenicali.

“A falha no DRS tirou de Fernando, que de novo teve uma grande performance, a possibilidade de lutar com Vettel pela vitória. E Felipe teve dois problemas com os pneus, o que o tirou dos pontos e um Top 5. Tínhamos potencial para esses resultados, mas não conseguimos, em parte por influencias externas.”

O diretor, no entanto, se mantém focado para as próximas provas. “Precisamos continuar desenvolvendo o carro e aumentar nosso entendimento dos pneus, o que é mais crucial que tudo neste ano.”

A próxima corrida é daqui três semanas, dia 12 de maio na Espanha.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias