Ferrari se surpreende com motivo de pane do motor de Vettel

Equipe esperava que problema estivesse nos injetores de combustível, mas análise mostrou que uma série de circunstâncias desencadeadas por um problemas eletrônico provocou a falha

A pane do motor de Sebastian Vettel no GP do Bahrein foi o resultado de uma "tempestade perfeita" de circunstâncias relacionadas ao mapeamento eletrônico, o Motorsport.com pode revelar.

O alemão não conseguiu fazer o largada em Sakhir após o motor explodir espetacularmente na volta de formação de grid, com o fumaça saindo da parte de trás de seu carro.

Embora a suspeita inicial girasse em torno de uma quebra dos injetores de combustível, uma análise detalhada em Maranello nesta semana confirmou que era algo totalmente diferente.

A parte que falhou foi uma válvula de escape, mas curiosamente técnicos da Ferrari acreditam que este foi o resultado final do problema, e não a causa.

Eles acreditam que um problema com a configuração do motor, relacionado à gestão eletrônica enquanto ele estava funcionando em baixa velocidade, desencadeou um conjunto de circunstâncias que forçou a válvula além de seus parâmetros normais de funcionamento, e causou a falha.

A análise da Ferrari de que um problema eletrônico foi o culpado poderia explicar por que os técnicos não tinham descoberto nenhum problema com a unidade de potência antes da corrida.

Se houvesse qualquer indício de preocupação, então a Ferrari não teria hesitado em mudar o motor.

Novo motor na China

Enquanto a desistência no GP do Bahrein foi um golpe para Vettel, e significa que ele terá que usar um segundo motor na China, o fato de que o problema foi causado pela parte eletrônica significa que não deve haver nenhuma preocupação sobre a existência de um problema fundamental no projeto da unidade de potência.

Medidas serão tomadas para a corrida de Xangai com a intenção de garantir que não haja repetição do problema quando a Ferrari estiver operando em baixas velocidades.

A análise do motor de Vettel também confirmou que não havia semelhanças entre o seu problema e a pane no turbo que colocou Kimi Raikkonen para fora do GP da Austrália.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pista Bahrain International Circuit
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias