Ferrari: "somos uma equipe, não Cirque du Soleil"

Chefe da Ferrari se defendeu das críticas por não ter feito como outras equipes, que animaram público em Austin no último sábado, quando classificação acabou sendo cancelado devido às fortes chuvas

Enquanto equipes como Force India, Sauber, Williams, entre outras, aproveitaram as fortes chuvas que cancelaram a classificação do GP dos Estados Unidos no último sábado (24), a Ferrari manteve a seriedade e não fez 'graça'.

“Somos uma equipe de F1, não o Cirque du Soleil. Não vejo problemas se alguém quer entreter o público, definitivamente. Nós demos autógrafos para as pessoas que esperaram, convidamos crianças em cadeira de rodas para nossos boxes. Preferimos fazer isso do que simular pescarias e fazer coisas engraçadas para a TV - isso não é fazer algo de verdade para os fãs", disse. 

Raikkonen também critica ações de equipes

Kimi Raikkonen concorda com Arrivabene e também disse que a F1 prestou um desserviço a ela mesma com o comportamento de algumas equipes no sábado. Quando questionado sobre o porquê de não ter se juntado às brincadeiras no pit lane, o finlandês respondeu da forma que lhe é peculiar. 

“Você quer uma resposta honesta? É F1, não circo. Claro que as pessoas não estão felizes quando não há carros na pista. Não podemos entretê-los a não ser que consigamos entrar na pista - o que não nos foi permitido por conta do clima", disse.

"Não me surpreende que as pessoas comecem a questionar o que é realmente a F1 quando este tipo de coisa acontece. Cada um com suas escolhas mas, para mim, estamos aqui para correr, este é nosso trabalho", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pista Circuit of the Americas
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias