Ferraristas apostam em adaptação mais fácil aos pneus

Para Massa, composto testado no GP do Brasil era igual ao de 2012; já Alonso diz que foco serão os escapamentos

Depois de roubarem a cena no início da última temporada, os pneus Pirelli prometem fazer menos barulho neste ano. A continuidade das regras técnicas, aliada a uma mudança menos radical nos compostos faz com que os pilotos acreditem em uma adaptação mais fácil do que ano passado.

Ainda assim, a Pirelli promete um pneu com a lateral menos rígida, o que pode influir na aerodinâmica do carro. Pelo menos após testar um dos compostos durante o final de semana do GP do Brasil, Felipe Massa disse que não viu diferença.

“A gente tem uma ideia de como será a construção do pneu, mas ainda não usamos. Usamos só um pneu duro e não senti diferença nenhuma. Acho que a diferença será maior nos outros compostos. Temos de estar preparados para fazer o pneu funcionar e, sem dúvida, isso é uma preocupação para todas as equipes.”

Para Fernando Alonso, o direcionamento dos gases do escapamento para fins aerodinâmicos será mais importante que a compreensão dos Pirelli em 2013. “Mesmo com a restrição nas regras, a área dos escapamentos continua sendo bastante forte e todas as equipes grandes têm dado bastante atenção a essa área. Os pneus não devem ser um fator tão importante, a não ser que haja um problema muito grande de aquecimento, como aconteceu conosco em 2011 com o pneu duro. Se estiver dentro da média, o pneu não será fundamental.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias