FIA aguarda relatório da CBA para decidir se haverá mudanças em Interlagos

O delegado de segurança da entidade, Charlie Whiting, preferiu não tecer comentários antes de receber documento, mas deixou claro que o assunto será estudado com o cuidado que ele requer

Charlie Whiting é o delegado de segurança da FIA

O delegado de segurança da FIA, Charlie Whiting, está no aguardo de um relatório detalhado da Confederação Brasileira de Automobilismo sobre o acidente que vitimou o piloto Gustavo Sondermann. Apenas após este estudo ele vai observar a possibilidade de tomar alguma medida para aumentar a segurança na área onde ocorreu a batida.

Assim, Whiting preferiu não fazer nenhum comentário sobre o ocorrido ao TotalRace. Disse que seria uma irresponsabilidade de sua parte discorrer uma opinião agora, mas deixou claro que vão estudar a fundo todos os aspectos do acidente de Sondermann para decidir por uma eventual medida. Por ser um circuito internacional homologado pela FIA, qualquer mudança em Interlagos precisaria ter a aprovação da entidade para ser feita.

A rigor, a CBA e a Prefeitura de São Paulo poderiam fazer as mudanças que quiserem no circuito para provas regionais, como é o caso da Copa Montana, desde que entregassem a pista para os eventos FIA nas condições em que ele foi homologado. Assim, a discussão sobre a eventual criação de uma área de escape inevitavelmente precisaria passar pelo crivo de Whiting, até por uma questão de economia.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias