FIA cobra explicações da Ferrari sobre teste com a Pirelli

Time italiano, que protestou contra a Mercedes, usou carro de 2011 para sessão a pedido da fornecedora de pneus

Após a polêmica com a Mercedes, a FIA pediu esclarecimentos também à Ferrari a respeito de um teste feito para a Pirelli pelo time italiano.

A Scuderia, assim como a Red Bull, entrou durante o final de semana do GP de Mônaco com um protesto contra a Mercedes devido a um teste realizado com o carro de 2013 a pedido da fornecedora de pneus, o que iria contra as regras que limitam os testes durante a temporada.

A Ferrari também testou para a Pirelli, porém usando um carro de 2011. Segundo o regulamento, excluindo os testes de pilotos jovens e algumas sessões realizadas em linha reta, está proibido o teste com carros atuais.

“A FIA pediu à Mercedes e à Ferrari, que fizeram testes de pneus na temporada 2013, para responder uma investigação disciplinar do setor de Regras Disciplinares e Judiciais da entidade. Isso ocorre depois do relatório dos comissários do GP de Mônaco e da coleta de informações suplementares recebidas da Pirelli, que teve de dar suas explicações na última terça-feira”, disse a FIA em comunicado.

A entidade ainda não decidiu se levará o caso ao Tribunal Internacional.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias