FIA confirma punição de 10 posições no grid para Ferrari

Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen acabam trocando motores a combustão interna (ICE) pela quinta vez nesta temporada

Depois de Sebastian Vettel dizer nesta quinta-feira (22) que a Ferrari perderia dez posições no grid de largada graças a uma troca no motor a combustão interna do SF15-T, nesta sexta-feira (23) a FIA confirmou punição aos dois carros da equipe italiana.

Apesar de o time não ter utilizado nenhum token de desenvolvimento (uma espécie de moeda da FIA), a nova unidade traz o bloco do motor um pouco mais estreito, o que pretende deixar o cofre do motor um pouco menor.

Como resultado da quinta troca do motor (apenas quatro são permitidas sem sanção), Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen perderão dez posições no grid de largada.

Outro piloto que utiliza unidade motriz da Ferrari e terá de pegar penalidades é o britânico Will Stevens.

O dono da Manor de número 28 trocou pela quinta vez o motor a combustão interna (dez posições), o turbo (cinco) e o MGU-H (cinco), totalizando 20 posições perdidas no grid. Ou seja, Stevens muito provavelmente sairá de último nesta prova.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pista Circuit of the Americas
Pilotos Kimi Raikkonen , Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias