FIA confirma que irá aposentar 17 em homenagem a Bianchi

Presidente da entidade, Jean Todt escolhe retirar número que era utilizado pelo francês, morto na sexta-feira

As homenagens a Jules Bianchi não param. Agora, foi a vez da FIA decidir que o francês seja recordado para sempre no esporte. A federação decidiu que nenhum piloto poderá mais competir com o número 17, que Bianchi utilizava na temporada de 2014.

A FIA, atribuindo a decisão ao presidente Jean Todt, soltou o seguinte comunicado nesta segunda-feira: “Como os números dos carros de F1 são escolhidos agora pessoalmente por cada piloto, a FIA acredita que seja um gesto apropriado aposentar o número usado por Jules Bianchi, o 17.”

“Como resultado, este número já não poderá mais ser usado por carros competindo no campeonato mundial de Fórmula 1.”

17 foi a quarta escolha de Jules

No final de 2013, a FIA decidiu implementar números fixos para os pilotos de Fórmula 1. Cada um teria direito de escolher três opções. Se dois escolhessem o mesmo número, o piloto com a melhor colocação na temporada de 2013 teria a preferência.

Bianchi pré-selecionou os números 7, 27 e 77. No entanto, sem conseguir pontuar em 2013, o piloto teve de repensar suas escolhas após Raikkonen, Hulkenberg e Bottas terem tido melhores resultados.

Jules escolheu o 17 para competir em 2014, número com o qual conseguiu seus únicos dois pontos na F1 em Mônaco com um nono lugar no fraco carro da Marussia.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jules Bianchi
Tipo de artigo Últimas notícias