FIA considera acabar com tradicional briefing de pilotos

compartilhar
comentários
FIA considera acabar com tradicional briefing de pilotos
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
29 de mai de 2018 15:31

Diretor de provas da Fórmula 1 cita que principal razão para ideia é melhorar comunicação entre pilotos, chefes e direção

Charlie Whiting, FIA Delegate in a Press Conference
Esteban Ocon, Force India, and Lance Stroll, Williams Racing, in the drivers parade
Sergey Sirotkin, Williams, Charles Leclerc, Sauber and Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso on the drivers parade
Sebastian Vettel, Ferrari and Charlie Whiting, FIA Delegate
Charles Leclerc, Sauber, talks to Pierre Gasly, Toro Rosso, and Stoffel Vandoorne, McLaren
Sergey Sirotkin, Williams FW41, leads Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18
Sergio Perez, Force India VJM11
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Esteban Ocon, Force India VJM11, leads Fernando Alonso, McLaren MCL33

A FIA está considerando abandonar o tradicional briefing de pilotos na noite de sexta-feira nas corridas de Fórmula 1. Se a ideia for posta em prática, a partir do início de 2019, uma reunião conjunta de pilotos e chefes de equipe na quinta-feira, antes que a ação em pista se inicie, a substituirá.

No momento, os chefes de equipe se encontram com a FIA nas tardes de quinta-feira antes do início do fim de semana de corrida para discutir mudanças na pista e quaisquer problemas da corrida anterior.

Os pilotos têm uma reunião separada na sexta-feira após o primeiro dia de treinos para que possam dar o feedback à FIA sobre o circuito. Às vezes, esse encontro se transforma em uma reunião da Associação dos Pilotos (GPDA) após a saída dos membros das equipes.

Falando sobre a possibilidade de pôr fim ao briefing dos pilotos, o diretor de provas da F1, Charlie Whiting, disse: “é apenas uma sugestão no momento. Certamente não vai acontecer neste ano, a menos que todos queiram que isso aconteça”.

“A principal razão por trás da sugestão é simplesmente o fato de discutirmos coisas na reunião de chefes de equipe que serão passadas ​​aos pilotos, e quando chegamos à reunião de pilotos é bem evidente que às vezes isso não acontece e temos que passar por tudo novamente.”

“Uma das principais razões para ter o briefing dos pilotos na sexta-feira, após o primeiro dia de treinos, era para que eles pudessem nos dizer o que viram. Mas isso realmente não tem valor, porque sempre que eles veem alguma coisa eles nos dizem de alguma forma.”

“Há um sistema de comunicação muito melhor agora. Eu só acho que essa reunião faria muito sentido e pouparia muito trabalho para todos.”

Se a reunião de sexta-feira acabar, isso potencialmente liberaria os pilotos para reuniões mais longas com os engenheiros ou mais compromissos com a mídia. Mas isso teria um impacto em suas agendas para o dia anterior.

Um ímpeto adicional para mudar o formato vem do fato de que muitas corridas agora apresentam horários de início mais tarde que o habitual, e que o TL2 na Europa agora termina às 16h30 em vez de 15h30.

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias