FIA determina zona de ultrapassagem na reta principal

Local do ponto de detecção para a ativação da DRS obrigará pilotos a andarem próximos na rapidíssima 130R

Vettel em Suzuka

A FIA confirmou que o GP do Japão terá apenas uma zona de ativação da asa traseira móvel. Em um circuito estreito, no qual os pilotos geralmente têm dificuldade em ultrapassar, havia a expectativa de que duas zonas fossem adotadas.

A determinação da entidade que regula a F-1, no entanto, determina que o ponto de detecção logo após a famosa 130R, de alta velocidade, enquanto a zona em si estará na reta principal.

A decisão não agradou o engenheiro de pista de Pastor Maldonado, que afirmou ao website motor21 que a decisão é questionável pois “você tem de ser corajoso para andar tão próximo de outro carro na 130R”. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Tipo de artigo Últimas notícias