FIA e F1 pedem a Pirelli para simplificar nomes de pneus

compartilhar
comentários
FIA e F1 pedem a Pirelli para simplificar nomes de pneus
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
24 de mai de 2018 21:33

Chefes pediram à fornecedora que simplificasse os nomes que usa para gama de pneus em 2019, a fim de tornar mais fácil para os fãs casuais entenderem

Pirelli tyres
The Pirelli hospitality area
Pirelli tyres
Pirelli tyres
Ferrari mechanic with Pirelli tyre
Pirelli tyres

O plano da Pirelli é manter a atual variedade de compostos, mas descartar nomes como “ultramacio” e “supermacio” e ao invés disso, ter apenas “duro”, “médio” e “macio” todo fim de semana, com os compostos usando esses nomes e mudando a borracha dependendo do circuito, como antes.

A ideia existe há algum tempo, mas agora se tornou um pedido oficial e a Pirelli está analisando.

"Tivemos um pedido da FOM e da FIA para chamá-los apenas de duro, médio e macio", disse o chefe da Pirelli, Mario Isola.

"Com três cores, as mesmas cores, e os mesmos nomes para todas as corridas, mas obviamente compostos diferentes, porque você não pode usar os mesmos compostos em Silverstone e Mônaco.”

"A segunda opção teremos os compostos A, B, C, D, E, F ou qualquer outra coisa, e nós diremos a você que para esta corrida, o duro é o B, o médio é D, e assim por diante. Então, para os espectadores será provavelmente mais compreensível, mas você também tem a possibilidade de aprofundar detalhadamente as informações técnicas que continuaremos a fornecer.”

"É uma discussão em andamento, mas dissemos que estamos disponíveis para avaliar essa mudança."

Uma das considerações é que, enquanto agora todos os supermacios saem da fábrica com laterais vermelhas, no futuro as cores desse composto serão diferentes dependendo se o pneu é duro, médio ou macio para aquele final de semana.

No entanto, Isola diz que, como pneus são feitos para uma corrida específica, isso será fácil de lidar.

"Chequei com produção e logística, obviamente precisamos entender todas as implicações.”

"Nós produzimos um lote específico para cada corrida, para ter certeza de que todos eles vêm do mesmo lugar, então, honestamente, colocar uma etiqueta roxa ou uma etiqueta amarela ou qualquer outra cor não é um grande problema."

Isola disse que espera que a Pirelli tenha "cinco ou seis" compostos em 2019.

Next article
Hartley nega que lugar na Toro Rosso esteja ameaçado

Previous article

Hartley nega que lugar na Toro Rosso esteja ameaçado

Next article

Clientes da Ferrari trocam motores pela 1ª vez em Mônaco

Clientes da Ferrari trocam motores pela 1ª vez em Mônaco
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper