FIA exalta zebra alta colocada na penúltima curva de Abu Dhabi

compartilhar
comentários
FIA exalta zebra alta colocada na penúltima curva de Abu Dhabi
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
29 de nov de 2018 19:08

Para diretor de provas, zebra polêmica entre os pilotos garante que ninguém precise ser penalizado por limites de pista

O diretor de provas da FIA, Charlie Whiting, disse que a zebra alta colocada na penúltima curva em Abu Dhabi reduziu a necessidade de penalidades que ele acredita que "rebaixam o esporte".

Mesmo com alguns reclamando da altura da zebra e o modo como ela se desfez quando os carros começaram a passar por cima, a maior parte dos pilotos concordou.

Whiting disse que foi um bom exemplo do uso de uma zebra para garantir os limites de pista, e, com isso, que pilotos não fossem regularmente penalizados.

"Não sou de dizer que toda vez que se passa a linha branca eles devem ser penalizados", explicou Whiting ao Motorsport.com.

"Isso é tolerância zero. Porque como eu provavelmente disse inúmeras vezes, deixar a pista não é uma penalidade. Ganhar uma vantagem saindo da pista é que é.”

"Queremos ter a certeza de que, toda vez que um piloto sai da pista ele não ganhe nada com isso, e de preferência ele perca tempo fazendo isso.”

"Acho que, nessa base, a zebra entre as curvas 20 e 21 funcionou muito bem. Tenho certeza de que se você perguntar a qualquer piloto se ele ganhou alguma coisa indo até a zebra, ele diria 'não'. É exatamente o tipo de coisa que acho que devemos ter. Geralmente, o que queremos fazer é garantir o reforço dos limites do circuito.”

"Fazer algo que nós não precisemos recorrer a fiscais e comissários toda vez que um carro passar da linha. É algo que é terrivelmente tedioso, e eu acho que isso diminui o esporte."

Whiting disse que nem sempre é fácil introduzir restrições semelhantes.

"Não é muito fácil, por vezes, implementar essas coisas em circuitos onde você tem corridas de motos. É por isso que esta zebra, excepcionalmente, é permanente.”

"Normalmente nós temos que pedir a eles para tirarem as zebras temporárias. Esses são os tipos de problemas que temos que enfrentar em muitos circuitos diferentes.”

"Em Barcelona, ​​há quatro curvas com dificuldades como esta, mas a MotoGP precisa ter a prioridade.”

"Envolve muito trabalho para os circuitos mudarem de uma especificação para a outra, e tentar encontrar uma solução que funcione para ambos os campeonatos é muito difícil, mas conseguimos com zebras duplas.”

"Elas são bastante punitivas para os carros. As motos estão felizes com elas. Então, temos algo que os circuitos não precisam mudar."

Next article
Comissário na F1, Giaffone crê que FIA saberá usar punição a Verstappen

Previous article

Comissário na F1, Giaffone crê que FIA saberá usar punição a Verstappen

Next article

Arcebispo alemão relata visita a Schumacher e diz que ele “sente as pessoas”

Arcebispo alemão relata visita a Schumacher e diz que ele “sente as pessoas”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper