FIA explica que manobra de Vettel no Brasil foi legal

Apesar dos painéis eletrônicos indicarem bandeira amarela, é a sinalização do comissário de pista que vale

A Federação Internacional de Automobilismo, a FIA, explicou por que as queixas de que Sebastian Vettel fez uma ultrapassagem ilegal durante o GP do Brasil, que lhe deu o tricampeonato mundial, não serão levadas adiante.

A infração teria acontecido logo nas primeiras voltas, quando o alemão ultrapassou Jean Eric Vergne, aparentemente, em uma área com bandeiras amarelas. A FIA explicou que havia uma painel eletrônico antes da curva três com a cor amarela, e outro cerca de 150m antes da curva 4, o qual apresentava luz verde no momento em que o alemão passava.

Porém, entre estes dois painéis eletrônicos, havia um comissário segurando uma bandeira verde. Como o regulamento prevê que o comissário tem preferência em relação ao painel, é considerado que a pista estava com bandeira verde e, portanto, com ultrapassagens liberadas.

Assim, fontes ligadas à FIA confirmaram à Autosport não apenas que o caso está encerrado, como também que nenhuma equipe pediu para que o incidente fosse revisado.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias