FIA libera presença de titulares no teste de jovens pilotos

Decisão foi feita para ajudar no desenvolvimento de pneus que resolvam o problema de segurança visto no GP da Inglaterra

Jean Todt aguarda também garantias da Pirelli de que falhas nos pneus não ocorrerão na Alemanha

A FIA anunciou ontem sua primeira medida para resolver o problema da falta de segurança dos compostos atuais da Fórmula 1. Depois de inúmeras falhas de pneus no GP da Inglaterra e até ameaças de boicote ao próximo GP da Alemanha por parte dos pilotos, a federação liberou a participação dos pilotos titulares para trabalhar no desenvolvimento de pneus no teste que seria inicialmente restrito à jovens pilotos marcado para o circuito de Silverstone entre os dias 17 e 19 de julho.

“Nossa prioridade é assegurar segurança para todos na Fórmula 1 e acreditamos que os incidentes em Silverstone representam uma preocupação genuína de segurança para os pilotos.Tomamos então a decisão de alterar o teste para jovens pilotos afim de permitir que as equipes utilizem pilotos que elas considerem capazes de fazer o trabalho de desenvolvimento dos pneus que vimos no GP da Inglaterra. Acredito que é adequado fazer este trabalho no circuito onde os problemas se manifestaram”, declarou o presidente da FIA Jean Todt em comunicado oficial.


A Mercedes, que havia sido condenada pelo Tribunal Internacional da FIA a não participar do teste de jovens pilotos, concordou em não participar da sessão nestas novas condições para “atender aos interesses do esporte”, de acordo com o comunicado da federação.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Tipo de artigo Últimas notícias