FIA mantém duas zonas de DRS no GP do Bahrein

Apesar de Charlie Whiting indicar a presença de uma terceira zona na pista, categoria mantém o mesmo esquema de 2017

A FIA confirmou que o GP do Bahrein deste fim de semana contará com apenas duas zonas para a utilização do DRS, a asa traseira móvel que tem o objetivo de facilitar as ultrapassagens.

Na abertura da temporada de 2018, na Austrália, a categoria contou pela primeira vez com três zonas no circuito, sendo que Charlie Whiting, diretor de provas da FIA, disse que a experiência seria repetida em mais locais – e citou o Bahrein como uma possibilidade. 

No entanto, na prévia oficial da prova divulgada pela FIA, apenas duas zonas de DRS foram confirmadas, em locais semelhantes ao visto no ano passado – na reta principal e na oposta. A principal diferença foi a extensão do segundo trecho em 100 metros.  

O GP da Austrália, vencido por Sebastian Vettel, viu vários pilotos enfrentando dificuldades para ultrapassar mesmo com a adoção da terceira zona de asa móvel. Ainda não foi oficializado se a tentativa será repetida em provas futuras. 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pista Bahrain International Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias