FIA quer mudar punições para evitar ocorrido no Q2 em Sochi

compartilhar
comentários
FIA quer mudar punições para evitar ocorrido no Q2 em Sochi
Por: Mark Bremer , Writer
2 de out de 2018 13:08

Depois de apenas dez dos 15 carros entrarem na pista no Q2 na Rússia, diretor de prova da Fórmula 1 diz que pretende mudar regra

A FIA está considerando uma mudança na forma como os pilotos que enfrentam penalidades de motor se alinham no grid, a fim de evitar a repetição do que houve na classificação para o GP da Rússia.

No momento, os pilotos que trocam elementos suficientes da unidade de potência para terem uma punição de largar na parte de trás do grid, começam a corrida na ordem que utilizaram estes elementos ​​pela primeira vez, o que é baseado em quem deixou o pit lane primeiro no TL1.

Isso significa que esses pilotos não têm qualquer incentivo para disputar a classificação, além de fazer um esforço simbólico no Q1 para fãs e patrocinadores.

Em Sochi, três dos cinco pilotos penalizados foram suficientemente rápidos para progredir para o Q2, mas nenhum deles correu na sessão, porque não adiantava desperdiçar pneus ou quilometragem do motor.

Como resultado direto disso, a Renault também optou por não entrar com seus pilotos no Q2 na Rússia, porque teriam a garantia de largar em 11º e 12º, com uma escolha livre de pneus. A FIA está considerando uma mudança que determinará a ordem de grid dos pilotos penalizados pelo tempo de qualificação, encorajando-os a andar mais.

A mudança também colocaria um fim à visão bizarra de pilotos penalizados se alinhando cedo na saída do pit no início do TL1 simplesmente para ganhar posições.

"Eu não acho que alguém poderia ter previsto o que aconteceu aqui", disse o diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, em Sochi.

"Eu acho que há outra maneira, eu tenho falado sobre isso para algumas equipes aqui.”

"Acho que o que poderíamos fazer com base neste fim de semana é, em vez de ter carros alinhados para sair para a pista de uma forma um tanto ridícula - e esse tipo de coisa só vai piorar se você tiver cinco pilotos – colocar os pilotos decidindo a ordem de classificação por tempos no treino oficial.”

"Acho que isso proporcionaria algum incentivo para os pilotos realmente tentarem se classificar tão bem quanto pudessem, pelo menos."

"Pelo menos eles estariam dispostos de 16º a 20º na ordem em que se qualificassem, ao invés da ordem que eles deixaram o pit lane. Essa é uma sugestão que será discutida."

Perguntado sobre as chances de a mudança ser aprovada, Whiting disse: "eu penso que será bastante alta. Eu gosto de pensar que é uma solução sensata”.

"Pode haver algumas desvantagens que ainda não pensamos, mas é uma ideia relativamente nova."

"Nenhuma evidência" do impacto do recapeamento

Grid

Russian GP grid

Photo by: Mark Sutton / Sutton Images

O circuito de Sochi contou com uma nova superfície em várias partes da pista para este ano, incluindo um pequeno trecho na linha de chegada que cobriu as primeiras três posições do grid.

Embora realmente tenha se beneficiado de ter ficado em terceiro lugar, Sebastian Vettel, da Ferrari, deixou claro antes da corrida que não estava feliz com a forma como o trabalho foi feito.

Perguntado sobre o assunto depois da corrida, Whiting disse que o impacto do recapeamento foi insignificante.

"Eu não acho que houve controvérsia", disse ele. "Isso foi criado porque é muito visível, você pode ver dois tipos de asfalto lá, mas não há evidências que sugiram que a aderência é diferente de um para o outro.”

"Percebemos após uma pequena quantidade de chuva que o asfalto preto demorou um pouco mais para secar, mas não acho que houve diferença.”

“Seria interessante conversar com os pilotos e equipes e ver se realmente havia diferença, mas acho que se tivesse que ser consertado naquele lugar em particular, seria um pouco demais pedir que eles consertassem uma seção de 250m quando apenas precisam reparar 15m.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Relembre os 10 últimos vencedores do GP do Japão

Previous article

Relembre os 10 últimos vencedores do GP do Japão

Next article

Chefe da Mercedes: “prefiro ser o vilão do que o idiota”

Chefe da Mercedes: “prefiro ser o vilão do que o idiota”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Mark Bremer
Tipo de matéria Últimas notícias