FIA reclama de palavrões dos pilotos durante entrevistas

Entidade envia carta às equipes depois que Vettel e Raikkonen usaram "palavras inapropriadas" no pódio em Abu Dhabi

A FIA não gostou nada dos palavrões usados por Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel durante a entrevista feita por David Coulthard na cerimônia de premiação do GP de Abu Dhabi e enviou uma carta às equipes pedindo que os pilotos evitem xingamentos em público.

Na conversa com Kimi na ante-sala em que os pilotos se reúnem antes de ir ao pódio, momento também captado pelas câmeras, Vettel falou um palavrão em finlandês. Porém, no pódio, não se conteve. Após a prova, se desculpou em nota oficial. Raikkonen também usou um palavrão durante sua entrevista.

O diretor de comunicação da FIA, Norman Howell, alertou as equipes por meio de uma carta para que isso não aconteça mais. “É nossa responsabilidade coletiva nos certificarmos de que os pilotos notem que tal tipo de linguagem não tem lugar em eventos midiáticos [e que isso] traz publicidade adversa para seus times e patrocinadores, para o esporte e a FIA”, dizia o comunicado.

A FIA entende que “no calor da batalha, a adrenalina, júbilo e desapontamento trazem um mix perigoso e pesado para a cabeça. Mas os pilotos de F-1 não são os únicos entrevistados nestas condições. "Acho que boxeadores, jogadores de rúgbi e futebol são rotineiramente entrevistados na televisão depois de grande esforço esportivo. E eles conseguem controlar esse tipo de linguagem inapropriada", completou Howell.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Tipo de artigo Últimas notícias