Filho de tricampeão da F1 é condenado por estupro de criança

Gary Brabham foi considerado culpado por estuprar uma menina com idade inferior a 12 anos

Gary Brabham, filho do tricampeão da F1, Jack Brabham, foi considerado culpado pelo júri da côrte de Brisbane, na Austrália, acusado de ter estuprado uma menina.

Com 54 anos, Brabham é acusado de ter realizado os atos entre 2003 e 2007, quando a garota tinha entre seis e dez anos de idade. A mãe da criança deu parte à polícia australiana quando descobriu o ocorrido em 2013.

Brabham foi inocentado em mais cinco acusações adicionais de tratamento indecente de menores.

Sem tanto sucesso quanto o pai, Brabham também foi piloto, sendo vice-campeão da F3 britânica de 1988 e campeão da F3000 inglesa de 1989. Ele também tem em seus registros duas provas na F1 em 1990, mas sem conseguir se classificar nos GPs dos Estados Unidos e do Brasil daquele ano. Além disso fez carreira em sportscar e participou de duas corridas da CART em Surfers Paradise em 1993 e 1994.

A sentença será divulgada somente no mês de abril.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Gary Brabham
Tipo de artigo Últimas notícias