Fiz o que estou acostumado, diz Kvyat após melhor classificação da carreira

Único russo do grid, piloto da Toro Rosso supera rivais mais fortes e sai na quinta colocação em Sochi

Confirmado na Red Bull no lugar de Sebastian Vettel no ano que vem e correndo em casa, Daniil Kvyat não sentiu a pressão na classificação para o GP da Rússia. Muito pelo contrário: o piloto da Toro Rosso superou vários rivais teoricamente com equipamentos mais fortes e conquistou sua melhor posição no grid da carreira, com o quinto lugar.

[publicidade] “Eu consegui fazer o que estou acostumado logo de cara, então para mim não teve nenhum problema até aqui. A classificação correu muito bem, então podemos ficar felizes com nossa posição de largada”, afirmou ao TotalRace.

Perguntado como é a sensação de entrar na pista sabendo que andará na equipe tetracampeã do mundo em breve, o piloto de apenas 20 anos disse não se importar.

“Não sinto muita diferença. Eu sei onde estarei ano que vem e sei que estarei em uma boa posição. Eu também sabia que tinha alguns negócios a terminar com a Toro Rosso e estou provando isso hoje, então estou muito feliz”, afirmou o piloto da casa. “É muito legal ver o pessoal vibrando comigo, e isso também me deixa muito feliz.”

Mesmo com o nono lugar no grid, o treino foi decepcionante no outro lado do box da Toro Rosso, com Jean-Eric Vergne, que lamentou o fato de não ter tirado tudo do carro.

“Eu foi extremamente lento hoje e não se o porquê. Perdi tempo em todos os lugares e imagino se houve algum problema que não permitiu que eu tirasse o melhor do carro. Vamos investigar os dados, tentando entender o que aconteceu para sermos rápidos novamente na corrida.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias