Fora do regulamento, Ferrari e Mercedes terão de alterar carros

Equipes foram notificadas sobre o posicionamento das câmeras onboard; 'chifres' visavam ganhos aerodinâmicos

A Ferrari e a Mercedes foram avisadas pela Federação Internacional de Automobilismo que devem mudar o posicionamento das câmeras onboard em seus carros até o início da temporada da Fórmula 1, dia 15 de março, na Austrália.

[publicidade] De acordo com circular distribuída aos times, a FIA não vai tolerar que os times tentem se aproveitar das câmeras, que são obrigatórias a todos os carros, para ter ganhos aerodinâmicos.

As regras ditam que o tamanho das câmeras devem ser iguais para todos os carros e a estrutura que as prende aos carros não deve ser maior que 15mm. No entanto, Mercedes e Ferrari instalaram as câmeras em uma espécie de chifre, próximo aos braços de suspensão, visando melhorar o fluxo de ar na região.

A Toro Rosso também havia sido notificada e já apresentou uma nova solução nos testes da semana passada, em Barcelona. Ferrari e Mercedes devem fazer modificações já na próxima bateria de treinos, que acontece a partir desta quinta-feira, também no circuito espanhol.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias