Force India critica FIA por punição branda a Hulkenberg

Diretor de operações de time indiano diz que punição dada por comissários por ultrapassagem ilegal foi inconsistente

A equipe Force India não ficou nada satisfeita com a ultrapassagem de Nico Hulkenberg sobre Sergio Perez, cortando uma das curvas do circuito de Yas Marina no início do GP de Abu Dhabi deste domingo (26).

Após perder a posição para Perez na largada, o alemão o passou e acabou conseguindo abrir grande vantagem na pista, o que anulou a penalização de cinco segundos no pit stop que recebeu.

Perez reclamou várias vezes no rádio que Hulkenberg devia ter devolvido a posição imediatamente, e sua equipe concordou que a penalização não foi suficientemente severa.

"Hulkenberg deveria ter dado o lugar de volta, assim como quando ele fez quando fez o mesmo com Romain Grosjean mais tarde na corrida", disse o chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer, à Sky Sports.

"Isso faz este esporte ter muita inconsistência.”

"Nesta pista, é uma corrida de posição, e nós sabíamos que eles (Renault) eram um pouco mais rápidos do que nós no início com os ultramacios, e é por isso que precisávamos avançar e ficar à frente.”

"Hulkenberg corta uma curva, a FIA não fez nada sobre isso e adivinhe? Eles ganham uma posição no campeonato de construtores, o que significa mais dinheiro e mais competitividade no próximo ano.”

"Eu não sei o que (os comissários) estavam pensando. A inconsistência não é ótima."

A Renault sentiu que a punição para Hulkenberg foi justa, com o alemão acreditando que foi forçado a sair da pista.

"É sempre assim: carro diferente, perspectiva diferente", disse Hulkenberg após a corrida.

"De onde eu estava, pude ver que ele estava freando e espalhou.”

"Eu tinha parado o carro e estava pronto para fazer a curva. Mas ele espalhou, então eu não tinha lugar para ir.”

"Não é tão fácil dizer que poderia parar muito mais e ficar atrás dele. Eu não tinha para onde ir. Nas circunstâncias, acho que a penalidade de cinco segundos foi justa e razoável."

O chefe da equipe da Renault, Cyril Abiteboul, disse que a Renault "fez o que era necessário para construir a vantagem para que a punição fosse inofensiva", enquanto Perez sentiu que a escolha da punição pelos comissários foi errada.

"Foi uma penalidade estranha", disse Perez à NBC. "Eu estava à frente dele e ele simplesmente deixou a pista e ganhou uma vantagem.”

"Isso é muito bom quando você tem mais ritmo do que o outro carro, você corta a pista e ganhar uma vantagem. Eu não acho que a punição foi boa. Ele deveria ter devolvido a posição."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Pista Yas Marina Circuit
Pilotos Nico Hulkenberg
Equipes Force India , Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias