Force India descarta motor ter a marca Aston Martin

Escuderia está próxima de acordo com a Aston Martin para agregar a marca ao nome da equipe

Vijay Mallya, dono da Force India, afirmou que as negociações para parceria com a Aston Martin prosseguem, mas que um anúncio oficial da parceria depende de um acordo.

“Claro que o lado financeiro vem antes. Se os números estiverem de acordo pelas respectivas diretorias e acionistas, então você entra nos detalhes. Ainda estamos conversando sobre os aspectos financeiros, e os acionistas da Aston precisarão aprovar”, comentou.

O dirigente indiano descartou, porém, qualquer possibilidade de o motor Mercedes fornecido para a escuderia ser rebatizado com a marca britânica, em 2016. A fábrica alemã tem participação acionária na Aston Martin.

A intenção da Aston Martin é incorporar a sua marca ao nome da equipe, o que pode acontecer sem muito barulho no início de 2016 simplesmente adicionando a marca como um patrocinador. Exemplo: Infiniti Red Bull Racing.

“Não vejo qualquer possibilidade disso. Ficaria muito chocado se a Mercedes permitisse alguém rebatizar o seu motor! Eu não pediria isso, de qualquer forma”, disse Mallya.

Uma das metas da Aston é utilizar a tecnologia da F1 para desenvolver os seus futuros projetos. Já a Force India pretende contar com a presença da marca para atrair mais patrocinadores.

“Temos boas instalações. Eles querem projetar um supercarro e discutimos possibilidades deles de aproveitarem as nossas capacidades técnicas na Force India. O nosso túnel de vento é um dos aspectos da cooperação técnica”, disse.

“Não é uma questão do que a Aston pode gastar ou não. Com o valor da marca Aston, muitos patrocinadores poderão vir. Pode ser uma atração também.”

 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags aston martin