Force India diz que não vai julgar Di Resta por últimas corridas

Piloto escocês bateu nas três últimas provas de 2013 e ainda não tem contrato com a equipe para a próxima temporadas

Mesmo com acidentes nas últimas provas, a Force India reiterou à TV inglesa Sky Sports de que Paul Di Resta não terá sua capacidade julgada pelo passado recente. O piloto, que conseguiu o quarto lugar no GP do Bahrein neste ano, foi campeão do DTM em 2010 e está na equipe indiana desde 2011.

"Esta é a nossa terceira temporada com Paul. Tivemos duas temporadas e meia de esforço fantástico dele, por isso não iria julgar alguém ao longo de duas ou três corridas", disse Bob Fernley, diretor da equipe, à Sky Sports.

"[Mas] não é minha a decisão no fim das contas, é uma decisão para Vijay [Mallya] e os acionistas."

Tendo em mente o GP do Japão neste fim de semana, Di Resta se recusa a fazer qualquer previsão: "É impossível dizer no momento como vamos fazer. Tudo o que podemos fazer é ir lá e nos concentrar em melhorar o equilíbrio do carro. Nós estivemos focando mais no desempenho de corrida recentemente e espero que compense", afirmou.

"Suzuka é uma das melhores pista que corremos. Para mim, é uma das melhores com Silverstone, pois exige muito do carro. Correndo com combustível para uma volta de classificação é uma sensação incrível e algo que eu gosto muito."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Paul di Resta
Tipo de artigo Últimas notícias