Force India: Punições de grid mantêm F1 justa

Otmar Szafnauer, COO da equipe, afirma que penalidades de motor e câmbio ajudam manter custos baixos e grid nivelado

O chefe esportivo da F1, Ross Brawn, disse antes do fim de semana do GP da Itália que os líderes da categoria devem acabar com as punições de porque o sistema ficou fora de controle.

No GP da Itália, nove dos 20 pilotos tiveram penalidades, por mudanças de motor ou caixa de câmbio, o que significa que o grid foi bastante modificado em comparação à tabela do sábado. 

"Se tivéssemos uma quantidade ilimitada de dinheiro, eu concordaria com Ross", disse Otmar Szafnauer, COO da Force India. "Deixe todos gastar o que querem. Então teremos uma Fórmula 1 completamente diferente."

"Mas aí você não poderá dizer que temos que controlar os custos, porque essas duas coisas são incongruentes. Temos que lembrar porque existem essas regras e uma das razões é economizar dinheiro."

"Nos velhos tempos, antes de termos um número definido de motores por piloto, você poderia usar um por corrida e isso custava muito."

"No próximo ano, vamos para três motores por piloto. Uma forma de fazer com que não sejam seis, é a penalidade de grid. Eles eliminam o incentivo para gastar dinheiro no desenvolvimento do mecanismo."

Apesar da frustração dos fãs nas mídias sociais, o diretor técnico da Force India, Andy Green, acredita que o grid misturado criado pelas penalidades finalmente proporcionou uma corrida divertida.

"O que há de errado em ter penalidades grid e misturar tudo? É algo sobre o qual sempre falamos, tentando fazer um show melhor."

"Você acabou de ter e agora o que todo mundo estava querendo. O que você quer? Quem ganhou o piloto do dia? Daniel Ricciardo, que começou em 16º e terminou em quarto."

"Onde ele largou? Na parte de trás do grid por causa de punição. Foi o melhor piloto nesta tarde. Me diga o que está errado."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias