Force India: ritmo de corrida de Ocon ainda precisa melhorar

compartilhar
comentários
Force India: ritmo de corrida de Ocon ainda precisa melhorar
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
10 de out de 2017 21:16

Bob Fernley destaca velocidade pura de jovem francês, mas indica que ele poderia extrair aprendizado do parceiro mais experiente Pérez

Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Bob Fernley, Deputy Team Principal, Force India, in the Team Principals' Press Conference
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H, Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10

O ritmo de Esteban Ocon está no mesmo patamar de seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, mas o francês ainda precisa melhorar seu ritmo de corrida. Quem analisa é o chefe da Force India, Bob Fernley.

Ocon, de 21 anos, só deixou de marcar pontos em uma corrida deste ano e ocupa o oitavo lugar na tabela, imediatamente atrás de seu parceiro mexicano.

Fernley elogiou Ocon por seu início de prova corajoso no GP do Japão, mas alertou que ele ainda tem muito a aprender do veterano Pérez.

“Ele está melhorando e tem a sorte de ter um companheiro que é muito, muito bom, o que o mantém muito e muito focado”, disse Fernley.

“Ele ainda tem um pouco a aprender em termos de ritmo de corrida, e é nisso que ele se beneficia em ter Checo por perto.”

“Em ritmo puro ele já está lá, mas ele é jovem e ainda tem um pouco pela frente.”

Ocon iniciou em quinto no Japão e pulou para terceiro ao superar Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel, que tinha problemas.

Ele manteve o ritmo forte por um tempo, mas inevitavelmente perdeu terreno para carros mais rápidos que vinham atrás e terminou em sexto.

“Foi incrivelmente divertido. As primeiras voltas foram incríveis, quando eu estava andando em terceiro”, disse Ocon.

“Eu tive uma largada fantástica e estava em terceiro, à frente de Ricciardo. Não tínhamos nada a temer atrás, nada para ganhar à frente, então era o máximo que eu poderia ter feito.”

“O importante é que conseguimos trazer o carro para casa. Ainda entendemos algumas coisas e espero que possamos ficar mais fortes e mais próximos [aos carros da frente.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Honda garante que está perto de igualar potência da Renault

Previous article

Honda garante que está perto de igualar potência da Renault

Next article

‘Efeito Verstappen’ aumenta vendas para GP da Alemanha 2018

‘Efeito Verstappen’ aumenta vendas para GP da Alemanha 2018

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sergio Perez , Esteban Ocon
Equipes Force India
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias