Force India temeu o mesmo destino que Caterham e Manor

compartilhar
comentários
Force India temeu o mesmo destino que Caterham e Manor
Por: Scott Mitchell
7 de ago de 2018 19:12

Chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer admitiu que a equipe resgatada temia que sofresse a mesma morte de Caterham e Manor depois ficar em administração judicial

Esteban Ocon, Force India VJM11 on the grid
Sergio Perez, Force India VJM11
Esteban Ocon, Force India VJM11
Esteban Ocon, Force India VJM11
Esteban Ocon, Force India VJM11
Esteban Ocon, Force India VJM11, leads Sergio Perez, Force India VJM11
Esteban Ocon, Force India VJM11 is pushed in pit lane

A salvação da Force India foi revelada nesta terça-feira, depois que seus administradores chegaram a um acordo com o consórcio liderado por Lawrence Stroll, pai do atual piloto da Williams, Lance Stroll.

Isso significa que a equipe salvou todos os 405 empregos e um financiamento “significativo” garantido, além de um compromisso de pagar integralmente seus credores.

Quando Caterham e Marussia entraram na administração no final de 2014, apenas a Marussia pôde continuar, tendo ganho novos investimentos com o nome Manor.

Leia também:

No entanto, foi colocada em administração novamente no final de 2016, antes de entrar em colapso para sempre.

"Há muita trepidação entre todos os membros da equipe e muita ansiedade, porque não sabíamos para onde estávamos indo.”

"É um grande alívio saber que há um futuro para a equipe. Poderemos continuar como uma equipe normal de Fórmula 1.”

Szafnauer desempenhou um papel fundamental em ajudar os administradores a encontrar investidores, com o consórcio de Stroll formado pelo empresário canadense André Desmarais, Jonathan Dudman da Monaco Sports and Management, o líder de negócios da moda John Idol, o investidor em telecomunicações John McCaw Jr, o especialista em finanças Michael de Picciotto e o parceiro de negócios de Stroll Silas Chou.

O plano dos novos proprietários ainda é desconhecido.

Vijay Mallya, co-proprietário da equipe nos últimos 11 anos, tem sido seu diretor oficial, com Bob Fernley atuando como vice. Szafnauer disse que não sabia se ele e Fernley manteriam suas posições.

"É cedo", disse ele. "Eu espero que eles mantenham a gerência sênior.

"Isso aconteceu, eu não me sentei com os novos proprietários para dizer 'o que vocês querem fazer?'"

Stroll tem ajudado a bancar a Williams nos últimos dois anos, quando seu filho, Lance, fez sua estreia na F1 com a equipe em 2017.

Espera-se agora que Stroll mude para a Force India, que provavelmente buscará uma mudança de nome agora que não está sob o controle de Mallya para 2019.

Szafnauer disse que a situação dos pilotos era a mesma que a do pessoal da equipe.

"No futuro próximo, teremos todas essas conversas", disse ele. "Mas isso está olhando para frente, sem olhar para trás."

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton grava vídeo recolhendo lixo de praia

Previous article

Hamilton grava vídeo recolhendo lixo de praia

Next article

Fittipaldi revela momento em que decidiu por aposentadoria

Fittipaldi revela momento em que decidiu por aposentadoria
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Force India
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias