Force India vibra: aposta no desenvolvimento garantiu reação

compartilhar
comentários
Force India vibra: aposta no desenvolvimento garantiu reação
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
30 de dez de 2015 17:24

Equipe terminou temporada na quinta colocação no Mundial de Construtores, a melhor de sua história na Fórmula 1

Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Sergio Perez, Sahara Force India
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM08

A Force India diz que a chave para a sua surpreendente recuperação ao longo do segundo semestre de 2015 serviu para nunca mais tomar a opção fácil de reduzir seus custos de desenvolvimento.

A organização baseada em Silverstone teve dificuldades na temporada passada, com problemas de tesouraria que significaram a perda dos dois primeiros testes de inverno.

Mas, apesar do início atrasado, a introdução de um carro B-spec no Grande Prémio de Inglaterra transformou a campanha e ajudou a equipe a terminar na sua melhor colocação na história: quinto lugar no Mundial de Construtores.

O COO Otmar Szafnauer disse que o principal fator que ajudou a superar as dificuldades estava em nunca parar de forçar o desenvolvimento, mesmo não podendo se dar ao luxo de gastar muito.

"Minha filosofia sempre foi que você não pode parar de desenvolver, porque se você parar de desenvolver você nunca vai ganhar esse tempo de volta", disse ao Motorsport.com.

"Então, nós sempre desenvolvemos, e nós sempre colocamos os recursos no lugar certo, para desenvolver cada parte. Mas o que não podia fazer era perceber as partes em um carro real".

"Assim, o início da temporada começou com peças do carro de 2014, especialmente na parte da frente e na traseira. Essa configuração não foi executado com um túnel. Por isso era um passo no escuro.

"A primeira configuração que corremos com o túnel veio em Barcelona e depois colocamos tudo junto em Silverstone".

"Se tivéssemos sido capazes de fazer isso no início do ano, quem sabe onde nós poderíamos ter acabado? Mas nós lutamos no início do ano com o desempenho", concluiu.

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Metamorfose: compare visual dos pilotos quando chegaram à F1

Previous article

Metamorfose: compare visual dos pilotos quando chegaram à F1

Next article

Massa lembra primeiro ano na F1: “fiz cagada pra caramba”

Massa lembra primeiro ano na F1: “fiz cagada pra caramba”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Force India
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias