Force India volta aos pontos, mas é passada por McLaren

Sutil foi o nono colocado na Bélgica, enquanto Di Resta foi abalroado por Maldonado; Ricciardo fecha o top 10

A Force India voltou a pontuar após duas provas zeradas, mas o nono lugar de Adrian Sutil não foi suficiente para que a equipe mantivesse a quinta posição no mundial de construtores, posto perdido para a McLaren.

“Não fiz a melhor das largadas e perdi posições, mas depois sido consegui ultrapassar alguns carros e entrar no top 10. Acho que era o melhor resultado possível para nós. Estamos em uma briga apertada com a McLaren, então é importante pontuar”, destacou Sutil.

O resultado poderia ter sido melhor caso Paul di Resta, que largou em quinto, não tivesse sido acertado por Pastor Maldonado e abandonado. “É uma pena porque tínhamos muita velocidade e certamente poderíamos marcar um ou dois pontos.”

Quem acabou lucrando com o abandono de Di Resta foi Daniel Ricciardo, que levou a Toro Rosso para a décima posição depois de largar em 19º. “Sabíamos que tínhamos que evoluir em relação à classificação. Tinha dito que pontuar largando de onde largamos seria bom, então estou feliz com o ritmo que mostramos.”

Seu companheiro, Jean-Eric Vergne, terminou em 12º. “Acho que eu podia ter ido um pouco melhor, porque meu ritmo era bom até o final, quando tive um furo e meu ritmo caiu. Consegui passar Hulkenberg em uma grande manobra, mas não pude chegar no Perez e daí meu companheiro veio atrás de mim com pneus novos. Foi duro não ser competitivo no último stint.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Paul di Resta , Adrian Sutil , Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias