França estaria próxima de voltar a sediar GP em Paul Ricard

De acordo com o jornal Le Figaro, projeto para alternância com GP da Bélgica só depende de aval do primeiro-ministro

Largada do GP da França de 1988

O projeto para que a volta do GP da França já em 2013, entrando em um revezamento com o GP da Bélgica, está prestes a sair do papel, de acordo com o jornal local Le Figaro. O retorno do país, que ano que vem terá três pilotos no grid, à categoria dependeria da assinatura do primeiro-ministro François Fillon.

Cinco anos após o último GP francês, em Magny-Cours, a corrida seria realizada dia 1º de setembro de 2012, em Paul Ricard, traçado que recebeu a F-1 quatorze vezes entre 1971 e 1990. Seria o resultado do trabalho de um ano e meio de uma GIP (grupo de interesse público) que cuidou nas negociações com os belgas e a FOM, que rege os direitos comerciais da categoria.

O orçamento geral do GP seria de 30 milhões de euros, incluindo os 20 milhões de dólares cobrados pela FOM pelo direito de sediar uma corrida. O projeto prevê arquibancadas para 50.000 espectadores.

De acordo com um estudo feito pela Keneo Desporto Solutions, o evento deve gerar 50 milhões de euros líquido e criar 12.000 postos de trabalho durante uma semana, o equivalente a 230 em tempo integral durante um ano.

Além disso, o projeto oferece diversas atividades relacionadas com a nova tecnologia automotiva no que diz respeito ao meio ambiente e segurança rodoviária. Isso gerou grande interesse da Renault, que visa promover sua linha elétrica.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias