Franceses lamentam morte de Bianchi

Jean Alesi, Olivier Panis, Jean-Eric Vergne, Nicolas Todt e Charles Pic falaram sobre a morte de Jules à imprensa local ou utilizaram as redes sociais para demonstrar tristeza e carinho

O momento é de consternação em toda comunidade do automobilismo mundial. Os compatriotas de Jules Bianchi também falaram sobre a morte do piloto. O primeiro foi Alain Prost, que expressou sua dor. Outros grandes nomes do esporte do país também falaram à imprensa.

Jean Alesi, que representou a França na Fórmula 1 de 1989 a 2001, disse: "Não queremos aceitar essa notícia. Ele lutou até o fim. Acreditávamos num milagre. Ele era uma pessoa cativante, respeitosa dentro e fora da pista. Era muito amado. Foi um choque para todos."

Assim como Prost, Alesi também falou sobre a segurança na F1:" É a primeira vez em 21 anos que um piloto da F1 morre na pista. Tem havido muito trabalho em segurança na pista e nos carros. Não poderíamos imaginar que isso acontecesse."

Olivier Panis, que esteve na categoria de 1994 a 2004, também se emocionou ao falar do amigo à TV francesa: "É claro que estou chocado", disse. "Conhecia Jules há muito tempo, desde o kart. Era um jovem adorável, educado, respeitoso... um talento incrível. Acreditávamos num milagre que infelizmente não aconteceu."

Panis não tinha dúvidas que Bianchi poderia chegar à Ferrari: "Ele tinha talento. Ele era acompanhado pela Ferrari desde o começo. Além disso, era muito humilde. Seria algo muito bonito para a Ferrari ter um piloto francês. Seria ótimo para o nosso esporte."

Jean-Eric Vergne também comentou: "Jules era uma pessoa que eu conhecia desde cedo. Competimos de kart juntos, ele com 11 e eu com dez anos de idade. Galgamos nossos caminhos juntos até a F1 também."

"Ele era um guerreiro. Era alguém que nunca desistia e extremamente talentoso. Ganhar pontos para a Marussia é algo inacreditável. É muito mais do que vencer corridas pela Mercedes, não importa em qual GP", desabafou o contemporâneo.

LEIA MAIS: Repercussão: mundo do automobilismo lamenta perda de Bianchi

Nicolas Todt, filho do presidente da FIA, Jean Todt, é empresário do brasileiro Felipe Massa e foi também de Bianchi. No Twitter, o francês também mostrou sua tristeza.

Pela mesma rede social, Charles Pic demonstrou seu pesar com uma linda foto da época em que corriam juntos

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jules Bianchi
Tipo de artigo Últimas notícias