GALERIA: as mais polêmicas batidas entre companheiros na F1

compartilhar
comentários
GALERIA: as mais polêmicas batidas entre companheiros na F1
18 de abr de 2018 16:49

Pierre Gasly colidiu com Brendon Hartley e provocou o lance que mudou a história do GP da China de 2018. Relembre outros toques entre parceiros de equipe que deram o que falar

Galeria
Lista

Pierre Gasly e Brendon Hartley – GP da China de 2018

Pierre Gasly e Brendon Hartley – GP da China de 2018
1/12

Foto de: Sutton Motorsport Images

Uma falha de comunicação fez com que os dois carros da Toro Rosso batessem em Xangai e provocassem a entrada do safety car. Isso se mostrou crucial para que Daniel Ricciardo tivesse condições de buscar a vitória.

Max Verstappen e Daniel Ricciardo – GP da Hungria de 2017

Max Verstappen e Daniel Ricciardo – GP da Hungria de 2017
2/12

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ricciardo, aliás, foi vítima de um erro de seu companheiro de equipe nos metros iniciais do ultimo GP da Hungria. Verstappen errou o ponto de freada e atingiu a lateral do australiano, que teve de abandonar.

Daniil Kvyat e Carlos Sainz – GP da Inglaterra de 2017

Daniil Kvyat e Carlos Sainz – GP da Inglaterra de 2017
3/12

Foto de: Charles Coates / LAT Images

Nos últimos anos, rolaram vários acidentes entre parceiros. Outro que chamou a atenção foi entre Kvyat e Sainz, em Silverstone, que tirou o espanhol da prova e o deixou bastante irritado.

Sergio Pérez e Esteban Ocon – GPs do Azerbaijão e Bélgica de 2017

Sergio Pérez e Esteban Ocon – GPs do Azerbaijão e Bélgica de 2017
4/12

Foto de: Sutton Motorsport Images

O duelo da Force India foi um dos mais explosivos em 2017. Pérez e Ocon se estranharam em várias oportunidades, com o auge do desentendimento ocorrendo em Spa. Depois disso, equipe chegou a proibir disputas entre ambos.

Marcus Ericsson e Felipe Nasr – GP de Mônaco de 2016

Marcus Ericsson e Felipe Nasr – GP de Mônaco de 2016
5/12

Foto de: Amber Lounge

A corrida em Mônaco teve desfecho melancólico para a Sauber, já que Ericsson tentou fazer uma ultrapassagem bastante desajeitada em Nasr na curva Rascasse. O sueco alegou que forçou a manobra pelo fato de o brasileiro não ter atendido a uma ordem de equipe para inverter posições.

Nico Rosberg e Lewis Hamilton – GP da Espanha de 2016

Nico Rosberg e Lewis Hamilton – GP da Espanha de 2016
6/12

Foto de: LAT Images

O domínio da Mercedes colocou Hamilton e Rosberg por várias vezes em rota de colisão. Alguns pontos se destacaram, como Bélgica-2014 e Áustria-2016. Mas a batida mais famosa veio em Barcelona, quando ambos abandonaram ainda nos primeiros metros.

Jenson Button e Lewis Hamilton – GP do Canadá de 2011

Jenson Button e Lewis Hamilton – GP do Canadá de 2011
7/12

Foto de: Steve Etherington / LAT Images

Hamilton já havia se dado mal em um toque com um parceiro. No Canadá, acabou espremido por Jenson Button, que não o viu, o que o fez tocar no muro e abandonar. Button, por sua vez, acabou vencendo a prova.

Sebastian Vettel e Mark Webber – GP da Turquia de 2010

Sebastian Vettel e Mark Webber – GP da Turquia de 2010
8/12

Foto de: LAT Images

Na disputa pelo título daquele ano, Webber e Vettel duelavam pela vitória em Istambul. Contudo, um acidente entre os dois acendeu de vez a rivalidade e deu a vitória de bandeja para a McLaren. Vettel abandonou, mas Webber conseguiu terminar em terceiro.

Juan Pablo Montoya e Ralf Schumacher – GP dos EUA de 2002

Juan Pablo Montoya e Ralf Schumacher – GP dos EUA de 2002
9/12

Foto de: BMW AG

Montoya e Ralf não eram os melhores amigos, mas o duelo passou do ponto em Indianápolis. Ainda no começo da prova, dois disputavam posição e se tocaram na curva 1, o que jogou fora qualquer chance de um bom resultado naquele dia.

Ralf Schumacher e Giancarlo Fisichella – GP da Argentina de 1997

Ralf Schumacher e Giancarlo Fisichella – GP da Argentina de 1997
10/12

Foto de: LAT Images

Aquele não foi o primeiro problema de Ralf com um parceiro. Em sua terceira corrida na F1, fez uma manobra desastrada sobre Fisichella, tirou o italiano da disputa e ficou com caminho livre para chegar ao pódio.

Pierluigi Martini e Christian Fittipaldi – GP da Itália de 1993

Pierluigi Martini e Christian Fittipaldi – GP da Itália de 1993
11/12

Foto de: Uncredited

Essa imagem ficou famosa: Christian completa a corrida de Monza com o carro “capenga”, depois de capotar espetacularmente na reta ao tocar rodas com o parceiro de Minardi. O brasileiro ficou furioso e jura até hoje que o italiano provocou o acidente de propósito, tirando o pé na reta.

Ayrton Senna e Alain Prost – GP do Japão de 1989

Ayrton Senna e Alain Prost – GP do Japão de 1989
12/12

Foto de: LAT Images

A colisão entre parceiros mais famosa da história: no auge da rivalidade Senna x Prost, os pilotos da McLaren colidem em Suzuka, o que dá início a uma enorme polêmica. Ruim para Senna, que, com o abandono, ficou sem chances matemáticas de superar Prost na tabela.

Próxima Fórmula 1 matéria
Stroll: as pessoas certas sabem que melhorei em 2018

Previous article

Stroll: as pessoas certas sabem que melhorei em 2018

Next article

Raikkonen: relação de forças da F1 muda “corrida a corrida”

Raikkonen: relação de forças da F1 muda “corrida a corrida”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Conteúdo especial