Gasly: Bandeiras azuis me fizeram entender quão bem eu fui

compartilhar
comentários
Gasly: Bandeiras azuis me fizeram entender quão bem eu fui
Por: Scott Mitchell
31 de jul de 2018 13:05

Francês da Toro Rosso celebra primeira corrida da carreira terminada na volta do líder: “foi um trabalho duro”

Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13, leads Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso
Pierre Gasly, Toro Rosso, and Franz Tost, Team Principal, Toro Rosso
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13

Pierre Gasly disse que percebeu o quão bem estava no GP da Hungria quando viu bandeiras azuis sendo agitadas para os pilotos que estavam à sua frente - não para ele.

O piloto da Toro Rosso terminou em sexto, o melhor do resto fora Ferrari, Mercedes e Red Bull, para conseguir seu terceiro grande resultado do ano.

Gasly foi o último piloto a terminar na volta do líder em Hungaroring e começou a rir depois da corrida enquanto falava sobre sua primeira experiência de dar volta em carros por mérito.

Ele lembrou: “assim que comecei a chegar atrás da Williams, acho que foi a primeira vez que vi bandeiras azuis para carros à minha frente.

“Então, quando vi isso, pensei: 'porra, significa que estou fazendo uma boa corrida agora'.”

“Normalmente, a bandeira azul é para mim, para eu deixar uma Ferrari ou uma Mercedes passar. Mas foi uma sensação muito boa.”

“Tomei volta no Bahrein (onde terminou em quarto). Eu não colei nos outros carros. Pode ser a primeira vez que eu não tomei volta e dei volta em outros carros.”

Tendo ficado em um sexto lugar confortável pela maior parte da corrida, Gasly via Kevin Magnussen chegando no final, antes de o piloto da Haas tomar volta dos líderes de corrida. Gasly disse que a corrida "foi como um sonho", apesar de ele estar "se esforçando" por causa dessa pressão.

Ele acrescentou: "se parecia uma corrida solitária, foi um trabalho muito duro".

A forma da Toro Rosso tem variado significativamente nesta temporada, com o quarto no Bahrein e o sétimo em Mônaco estando em meio a uma luta para estabelecer um lugar consistente na batalha do meio do grid da F1.

Hungaroring sempre foi um circuito mais adequado para o pacote do time, dada a vulnerabilidade da Honda em circuitos de alta velocidade como Silverstone e Hockenheim. A boa dirigibilidade tem sido proveitosa em pistas de baixa velocidade.

Gasly disse: “depois das últimas três, quatro corridas, estou novamente chocado por poder conseguir o sexto”.

“Nós estivemos tão longe no último final de semana na qualificação, que ficamos presos atrás de uma das Williams no início da prova. Existem apenas pistas onde o carro funciona muito melhor. É bastante surpreendente."

Enquanto Gasly chegou em sexto lugar, seu companheiro de equipe, Brendon Hartley, saiu dos pontos depois de errar na estratégia e acabou em 11º.

Hartley foi um dos pilotos que pararam primeiro, e isso o colocou no meio de vários carros presos por Esteban Ocon, o que significou que ele foi tirado do top 10 por Fernando Alonso e Romain Grosjean.

O neozelandês disse: “Eu não cometi nenhum erro. Dói sair dos pontos tão cedo na corrida com a estratégia. ”

Hartley disse que depois da corrida não criticaria a decisão de parar cedo. Ele explicou que o foco da equipe estava em defender a posição de um possível ataque de Nico Hulkenberg.

Ele acrescentou: “é frustrante. Eu não fiz nada de errado durante todo o final de semana, mas o Pierre teve uma boa corrida, ele estava no ar limpo. Funcionou para Pierre, mas não para mim”.

Próxima Fórmula 1 matéria
Plano de venda da Force India é bloqueado por rivais; entenda

Previous article

Plano de venda da Force India é bloqueado por rivais; entenda

Next article

CEO da McLaren diz cogitar Carlos Sainz para 2019

CEO da McLaren diz cogitar Carlos Sainz para 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Pierre Gasly
Equipes Toro Rosso Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias