Gasly celebra estreia na F1, mas avisa: “Preciso de tempo”

Francês, que ficou à frente de Sainz no segundo treino, destaca que sua confiança aumenta toda vez que entra no carro

Pierre Gasly comemorou sua estreia em atividades oficiais da F1, mas adiantou desde já que precisará de mais tempo para se acostumar com o carro e entregar a performance que deseja.

O francês disputará seu primeiro GP na Malásia com a Toro Rosso, um carro o qual nunca havia guiado antes. No primeiro treino, sob chuva, fez o nono tempo, mais de 2s e cinco posições à frente de Sean Gelael, que pilotou pelo time nas primeiras atividades. Na sessão seguinte, no seco, superou o titular Carlos Sainz por menos de um décimo de segundo para fechar em 15º.

Gasly destacou o sentimento especial em fazer seu primeiro dia de atividades na F1. “Foi fantástico! Foi um dia muito especial. Pela manhã, quando saí da garagem pela primeira vez, foi um momento muito emocionante. Eu estava superfeliz, mas, ao mesmo tempo, estava focado no trabalho com a equipe, tentando ser o mais competitivo e profissional possível desde o começo”, disse.

“Pela manhã, tínhamos condições complicadas, mas consegui ir bem no molhado. À tarde, continuei aprendendo e me acostumando a todos os procedimentos do carro – devo dizer que me sinto mais e mais confortável, volta após volta.”

Entretanto, Gasly alertou que ainda quer mais experiência para poder se acostumar. “Claro, ainda preciso de tempo para ficar ainda mais confiante, mas estamos indo bem e vamos passo a passo. Agora, vamos trabalhar tudo e focar em amanhã.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pista Sepang International Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias