Gasly: lance com Hartley foi “o mais assustador” da carreira

Francês disse que já se imaginava voando após o acidente; Hartley, por sua vez, assumiu a responsabilidade e pediu desculpas

Pierre Gasly, da Toro Rosso, afirmou que o desentendimento que teve com seu parceiro de equipe, Brendon Hartley, ainda no Q1, se tratou do momento “mais assustador” de sua carreira. 

O incidente aconteceu no fim da primeira fase em Baku, quando Gasly se deparou com um lento Hartley no fim de sua volta, antes da curva 15.

Hartley vinha devagar por ter sofrido um furo de pneu após dar um toque no muro, e Gasly teve de escapar no reflexo para evitar um acidente maior, o que o fez terminar na área de escape. 

“Foi realmente assustador. O momento mais assustador da minha carreira. Não sabia se ele iria para a esquerda ou para a direita”, disse Gasly.

“Não sei o que aconteceu com Brendon. Ele ficou devagar demais. Eu estava a 320 km/h, e, sinceramente... Ele quase parou. Tentei evitá-lo e eu tinha certeza de que ia bater.”

“Eu já podia me ver no ar. Não sei como eu o evitei, mas foi um momento bem assustador.”

“Talvez, se ele tinha um pneu furado, isso não o ajudou. Tenho certeza de que ele não fez isso de propósito, mas ele estava na trajetória de corrida. Eu não tinha certeza se ele ia ficar na trajetória ou não.”

“Tenho certeza de que não foi de propósito. Talvez, na próxima vez, precisemos de uma diferença maior entre os dois carros.”

Hartley admitiu culpa pelo incidente, mas ele disse não saber que Gasly estava em uma volta rápida atrás dele.

“Foi um desastre. Estou bastante chateado quanto a isso”, disse Hartley. “Não consegui encaixar uma volta antes daquilo. Tive duas bandeiras amarelas na minha volta.”

“Depois, atingi o muro pelo lado de dentro e, na curva à esquerda, sabia que tinha um problema e reduzi a velocidade. Não estava ciente de que Pierre estava tão perto atrás de mim.”

“Obviamente eu estava indo mais lento, tentando descobrir o quão ruim havia sido o problema, e eu completamente estraguei tudo. O problema é que, com esses muros, você não vê [os outros carros] se aproximando.”

“Cometi um grande erro. Lamento por ele e lhe devo um grande pedido de desculpas por ficar em seu caminho e quase causar um acidente enorme. Estou decepcionado sobre como isso aconteceu. Não foi um bom dia.”

Reportagem adicional de Jonathan Noble e Phillip Horton

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Pista Baku City Circuit
Pilotos Brendon Hartley , Pierre Gasly
Equipes Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias