Gasly “pressionou” STR para troca de motor no Canadá

compartilhar
comentários
Gasly “pressionou” STR para troca de motor no Canadá
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
Co-autor: Oleg Karpov
15 de jun de 2018 18:32

Piloto francês diz que queria escapar de punição em GP de casa: “seria apenas uma corrida muito difícil”

Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13, leads Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18

Pierre Gasly sofreu um problema com seu motor Honda atualizado nos treinos para o GP do Canadá e voltou para a antiga especificação da unidade na qualificação.

Como Gasly largaria apenas em 16º em Montreal, a Honda equipou outro motor novo para a corrida, o deixando para trás e o protegendo de uma mudança no GP da França da próxima semana.

Gasly disse: "Eu pressionei todos, eu pressionei Franz (Tost, diretor da equipe), eu pressionei Jonathan (Eddolls, engenheiro chefe de corrida), eu pressionei Tanabe-san (diretor técnico da Honda, Toyoharu Tanabe), eu pressionei todos”.

"Eu disse, 'ok, eu quero o novo motor no carro'. Caso contrário, será apenas uma corrida muito difícil. É melhor tomar a penalidade no Canadá, temos mais chances de terminar nos pontos lá na França, e vai ser melhor porque não iniciaremos muito atrás."

Gasly subiu de 19º para 11º no Canadá e, enquanto crê que provavelmente teria marcado pontos com uma posição inicial mais alta, ele disse que a "boa notícia" foi que protegeu sua corrida em casa.

"Ainda precisamos fazer todas os treinos livres e tudo lá, mas é claro que a primeira corrida em casa para mim, em uma pista que eu realmente gosto, é onde eu quero ir bem.”

"Com a atualização, se tivermos um bom carro lá, provavelmente esperamos ter um bom final de semana."

Toro Rosso e Honda foram impulsionados pela evolução, que se centrou no motor de combustão interna, introduzido no Canadá.

Gasly disse que ainda espera mais, pois as próximas pistas são mais adequadas ao chassi da Toro Rosso.

"Definitivamente, a unidade de potência é boa", disse ele. "Em termos de chassi, não éramos fantásticos no Canadá em comparação com o Mônaco (onde Gasly terminou em sétimo), ou em comparação com Barcelona.”

"Nosso carro não foi o melhor para essa pista. Acho que, se conseguirmos melhorar um pouco o desempenho do carro, acho que a unidade de potência nos dará uma boa chance de estar mais perto do top-10 ou no top-10."

Next article
Nova exposição de Schumacher é inaugurada na Alemanha

Previous article

Nova exposição de Schumacher é inaugurada na Alemanha

Next article

Pirelli confirma pneu hipermacio no GP da Rússia

Pirelli confirma pneu hipermacio no GP da Rússia
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Pierre Gasly
Equipes Toro Rosso Shop Now
Autor Scott Mitchell