Gasly se junta a Alonso e Vandoorne e terá punição no grid

Piloto francês perderá cinco posições neste GP do México por troca além do permitido na unidade de potência

O piloto da Toro Rosso, Pierre Gasly, terá uma punição de cinco posições no grid para o GP do México deste domingo. Isso ocorre após sua equipe trocar pela quinta vez o controle eletrônico de sua unidade de potência.

Enquanto isso, na McLaren, Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne cairão 20 e 35 lugares, respectivamente, após a confirmação de mudanças nos componentes das unidades de seu carros.

A Honda planejava fazer mudanças em ambos os carros para o GP do México, onde espera ter problemas. O time tem perspectivas melhores para os GPs do Brasil e de Abu Dhabi.

Alonso terá o seu nono motor de combustão interna, 11º turbo compressor e 10º MGU-H da temporada. Ele terá a especificação 3.8 pela primeira vez após Vanddorne ter a utilizado pela primeira vez em Austin.

Vandoorne terá seu 10º motor de combustão interna, 12º turbocompressor, 12º MGU-H, oitavo MGU-K, sétima bateria e sétimo controle eletrônico.

Após uma investigação, a Honda descobriu que a falha do MGU-H que Alonso e Vandoorne sofreram em Austin foi semelhante e fez mudanças na tentativa de evitar que o problema aconteça novamente.

A Toro Rosso também trocou a bateria do carro de Gasly, no entanto esta é apenas a quarta da temporada no carro do francês – o que evita uma nova penalização.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do México
Pista Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Fernando Alonso , Stoffel Vandoorne , Pierre Gasly
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias