Gasly substitui Kvyat na Toro Rosso no GP da Malásia

compartilhar
comentários
Gasly substitui Kvyat na Toro Rosso no GP da Malásia
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
26 de set de 2017 09:58

Francês correrá no próximo fim de semana e no Japão como avaliação acerca de uma possível vaga no time para 2018

Pierre Gasly, Red Bull Racing Test Driver
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR12
Franck Montagny, Pierre Gasly, Red Bull Racing Test Driver
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB13
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB13
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB13
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB13

Pierre Gasly fará sua estreia na F1 pela Toro Rosso já no GP da Malásia, já que a equipe decidiu afastar Daniil Kvyat.

Entende-se que a chefia da Red Bull decidiu dar a Gasly uma corrida teste para verificar se ele mereceria um contrato em tempo integral para 2018.

A ideia inicial era promovê-lo em Sepang no lugar de Carlos Sainz, caso o espanhol conseguisse se mudar para a Renault de imediato.

Contudo, com Jolyon Palmer fazendo questão de terminar a temporada pela equipe (e o inglês aliviou a pressão com os pontos marcados em Cingapura), agora não há oportunidade para uma mudança imediata para Sainz.

O quarto lugar de Sainz em Cingapura também deixou a Toro Rosso relutante em liberá-lo, já que ela está em uma disputa acirrada no Mundial de Construtores contra Williams e Renault.

Graças aos pontos de Sainz em Cingapura, a Toro Rosso agora está apenas sete pontos atrás da Williams, com a Renault 10 pontos atrás.

Com Sainz permanecendo, a Toro Rosso decidiu, então, que Kvyat seria afastado no momento a fim de dar uma corrida teste a Gasly.

O francês fará tanto o GP da Malásia quanto o do Japão, mas ele não poderá correr nos Estados Unidos, já que cai no mesmo fim de semana da rodada final da Super Fórmula japonesa.

Kvyat, então, retornaria nessa prova, mas ainda não está claro o que a Red Bull planejaria fazer nas provas finais da temporada.

O russo enfrentou uma temporada frustrante, tendo marcado apenas quatro pontos graças a dois nonos lugares, na Austrália e na Espanha. Sainz, por exemplo, já acumulou 48 pontos.

Reportagem adicional de Roberto Chinchero

Próxima Fórmula 1 matéria
GALERIA: Fotógrafo russo retrata F1 como arte

Previous article

GALERIA: Fotógrafo russo retrata F1 como arte

Next article

Site: pai de Stroll impede teste e dificulta volta de Kubica

Site: pai de Stroll impede teste e dificulta volta de Kubica
Load comments