Gerhard Berger acredita que existem categorias de base em excesso

compartilhar
comentários
Gerhard Berger acredita que existem categorias de base em excesso
Por: Rian Assis
14 de ago de 2012 12:27

Chefe da Comissão de Monopostos da Federação Internacional de Automobilismo quer 'salvar' a Fórmula 3

Para Gerhard Berger, ex-piloto de Fórmula 1 e atual Chefe da Comissão de Monopostos da FIA, o excesso de categorias de acesso e a falta de padronização das regras dificuldam a identificação de jovens talentos.

O austríaco opina que jovens pilotos surgem de vários lugares, e que o ideal seria canalizar isso. O caminho que ele considera mais importante é o da Fórmula 3 Inglesa que, para ele, precisa de auxílio.

"O mais urgente para se resolver é na Fórmula 3", ressaltou. "Sempre achei que essa classe era a mais importante para os jovens pilotos. É lá que você pode realmente ver, pela primeira vez, alguém de talento."

"Hoje em dia existem muitos campeonatos, e digo mesmo dentro da Fórmula 3. Existem campeonatos nacionais que correm até fora de seus países e com cada série tendo regras diferentes. Alguns países têm campeonatos que não são muito fortes, com apenas oito ou dez carros, e outros têm classes A, B e C. Essa não é de Fórmula 3 que conhecemos", finalizou Gerhard.

Antes de fazer sua estreia na Fórmula 1, Berger foi o terceiro colocado no geral, tanto no campeonato alemão, quanto no europeu de Fórmula 3. Além disso, ele conseguiu pódios em eventos de prestígio, como em Macau e Mônaco. Na F-1, obteve 12 poles e venceu 10 vezes nas 48 corridas em que subiu ao pódio.

Próxima Fórmula 1 matéria
"Aluno" Senna vê nota vermelha em classificação no 1º semestre

Previous article

"Aluno" Senna vê nota vermelha em classificação no 1º semestre

Next article

Obras de pavimentação do Circuito das Américas estão em fase final

Obras de pavimentação do Circuito das Américas estão em fase final
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Rian Assis
Tipo de matéria Últimas notícias